Cancel Records - Nerd Recomenda

Cancel Records – Gravadora internacional de comédia Stand-up chega ao Brasil

Léo Lins, Diogo Portugal e Bruno Motta estão entre os artistas agenciados da Cancel Records

A Cancel Records, com sede em Miami, é a primeira gravadora de comédia Stand-up do Brasil. O álbum de comédia é uma gravação de áudio do material de um comediante, geralmente de Stand-up, gravado em apresentação ao vivo.

Cancel Records

O lançamento oficial da Cancel Records acontece no dia 10 de junho, no My Fucking Comedy Club, em São Paulo, data de lançamento de “Putz Grill…” de Oscar Filho. Este show ficou mais de 11 anos em cartaz em São Paulo, já foi visto por mais de 1 milhão de pessoas, mas que só agora estará disponível em áudio.

“A ideia do álbum de comédia é eternizar o material do artista”, fala Deti Bello, que comanda a Cancel Records ao lado do sócio Mike, advogado de artistas e proprietário do clube de comédia Comedy Inn, em Miami, Flórida. Desde 2003, ele produz álbuns e documentários para empresas como Netflix, Amazon, Prime Video e Comedy Dynamics.

Deti Bello deixou o mercado financeiro e encontrou sua paixão na comédia. Já produziu álbuns de comédia em inglês, espanhol e português. Para editar o material ela faz questão de não assistir ao espetáculo, que chega ao álbum em faixas curtas, como nos vinis de música. Cada uma reúne os temas abordados pelo comediante e podem ser ouvidas separadamente.

Para se ter ideia de importância dos álbuns de comédia nos EUA, desde 1959 existe a categoria “Best Comedy Album”, no Grammy Awards, o mais importante prêmio da indústria fonográfica mundial. “Meu sonho, e objetivo, é criar a categoria “Best Comedy Album Latino”, fala Deti.

Alguns dos primeiros álbuns gravados para distribuição comercial foram de comédia, como as coleções de contos humorísticos recitados por Cal Stewart, em 1898. Na década de 1970 os álbuns entraram para a contracultura, sendo até mesmo proibidos na TV. Entre os artistas da época estavam David Steinberg, Lily Tomlin e Steve Martin. No atual cenário de cancelamento, a Cancel Records se apresenta com uma válvula de escape para a livre expressão de ideias e risos.

Pela Cancel Records já foram lançados os álbuns “Rominhoffice”, de Rominho Braga, e “O Motivo de Van Gogh”, de Edson Junior, Humberto Rosso e Gustavo Pompiani. Vários artistas brasileiros já assinaram com o selo, como Pedro Lemos, Léo Lins, Diogo Portugal, Xanda Dias, Arianna Nutt, Cintia Rosini e Bruno Motta.

Todos os lançamentos estarão disponíveis nas maiores plataformas digitais de áudio: Spotify, Deezer, Apple Music/iTunes, Amazon, Instagram, TikTok, ClaroMusica, Pandora, entre outras menos conhecidas do grande público. Acesse e divirta-se. A Cancel Records é 100% sem censura e sem filtro.


Leia Também: Quem é Luly Trigo e qual a sua relação com “Tudo Igual… SQN”, nova série do Disney+?


Siga @Nerdrecomenda nas redes Sociais

Facebook Instagram Twitter

Deixe seu Comentário