sala são paulo ccxp awars

CCXP Awards completa nomes do Júri Técnico e confirma que premiação será realizada na Sala São Paulo

Entre os nomes convidados pelos presidentes de cada categoria do CCXP Awards estão artistas que somam uma vasta experiência e contribuição à cultura pop nacional

Sim, teremos a maior premiação da cultura pop em um dos palcos mais famosos do Brasil! A CCXP Awards informa que no dia 15 de julho seu evento de gala – somente para convidados – acontecerá na Sala São Paulo, icônico espaço paulistano e palco de históricas apresentações sinfônicas. “Não poderia ser em outro lugar. A primeira edição da CCXP Awards nasce grande e merece um espaço lindo e imponente como a Sala São Paulo. Vamos trazer cultura pop para dentro de um centro erudito e celebrar o trabalho de uma indústria presente na vida de todos em seis vertentes: Literatura, Filmes, Quadrinhos, Séries, Games & eSports e Creators”, destaca Roberto Fabri, curador de Conteúdo e Marca da CCXP.

Disponível desde o último dia 14, a votação para eleger os finalistas das 32 subcategorias segue aberta no site oficial da CCXP Awards até o dia 28. Com a participação do público, essa seleção dos melhores acontece junto ao voto de um Júri Técnico. A seguir neste release, vamos apresentar os nomes que irão compor mais três categorias da premiação: Séries, Games & eSports e Creators (criadores de conteúdo).

Com os finalistas escolhidos, será iniciado no dia 01 de julho a votação dos vencedores. Novamente o voto popular será contabilizado com o peso de um jurado na escolha de quem subirá no palco da Sala São Paulo para receber o troféu. E quem estará lá na cobertura do Red Carpet será a dupla de apresentadores do maior podcast do Brasil, Mítico e Igão. “Será incrível ter um outro olhar nos eventos que a Omelete Company desenvolve. Tenho certeza que eles irão trazer um conteúdo de primeira e muitas risadas com tantas celebridades que teremos no tapete vermelho. Muitas delas já são conhecidas pela dupla e acredito que será imperdível”, finaliza Fabri.

SÉRIES

CAROL MOREIRA
Carol Moreira – Categoria: Séries

Famoso por ser produtor do Porta dos Fundos, Ian SBF apresenta o Júri que irá escolher e votar na Melhor série do ano em escala global, e nas três subcategorias nacionais, sendo elas: Melhor série, Ator e Atriz. A primeira convidada é Manuela Cantuária, roteirista e criadora da série “As Seguidoras”, da Paramount+ que também é colunista na Folha de São Paulo. Nathália Kreuzer é criadora de conteúdo sobre filmes e séries.

Alê Santos, escritor afrofuturista, finalista do Jabuti 2020 e eleito um dos 50 mais criativos pela Wired Festival. Ele é criador da série Ficções Selvagens e autor de O Último Ancestral, lançado em 2021 pela HarperCollins Brasil. A lista de Ian segue com Carol Moreira. Formada em cinema e apaixonada por cultura pop, Carol já passou por empresas como Omelete e o canal de televisão Warner Channel. Ela conta com experiência do tapete vermelho de prêmios como o Emmy e o People’s Choice Awards.

A dupla Greice Costa e Pedro Reinato fecham a lista. Eles são roteiristas na Roteiraria e atualmente trabalham no desenvolvimento de uma série para streaming.

GAMES & eSPORTS

Bárbara Gutierrez
Bárbara Gutierrez – Categoria: Games e Esports

O jornalista e autoridade nos bastidores dos eSports, Roque Marques, traz para a primeira edição da CCXP Awards um time para eleger e votar em sete subcategorias. Serão três subcategorias com títulos globais, sendo elas Game do ano, Game competitivo do ano e Game mobile do ano. Já a ORG do ano, Pro-Player masculino do ano e Pro-Player feminina do ano serão formados por nomes nacionais.

A primeira a ser anunciada é a jornalista Bárbara Gutierrez. Além de streamer e colunista do portal Terra, ela já foi editora chefe do portal Versus, e é uma das principais mulheres na  luta pelos direitos femininos nos jogos eletrônicos. Outro jornalista que integra a lista é Breno Deolindo, repórter do GE.

O próximo nome é fundador do canal Nautilus e faz uma das melhores coberturas de games no Brasil dentro do YouTube, Ricardo Regis. Co-criador do canal Nautilus, hoje, o jornalista e podcaster e editor de vídeos da Gaveta Filmes. Fecham a lista, os streamers Gabi Cattuzzo, especialista em jogos indie, e Rakin, ex-jogador profissional de League of Legends.

CREATORS

Mari Palma
Mari Palma – Categoria: Criadores de Conteúdo

Com seis subcategorias 100% nacionais (Streamer Masculino do ano, Streamer Feminina do ano, Canal / Criador revelação do ano, Melhor Canal / Criador de conteúdo do ano, Podcast do ano e Mesacast do ano), a presidente do Júri de Creators, Andreza Delgado, reuniu um time que entende sobre engajamento e criação no universo digital.

Sucesso no TikTok e Spotify com o podcast Liga/Desliga, Leo Hwan é o primeiro nome. O youtuber produz vídeos que analisam obras como séries, animes e filmes com discussão de temas como autoaceitação, autoestima e representatividade. A segunda integrante vem do mundo do Free Fire, Bryanna Nasck é streamer e militante trans na luta pelos direitos LGBTQIAPN+.

Gabriel Sukita é especialista em conteúdo, ele elabora estratégias que unem o comportamento do brasileiro na internet a mensagens de marca que verdadeiramente interessam à audiência. A publicitária Aline Ramos é colunista e apresentadora do Splash UOL e Senior Creative na Stratostorm para Netflix Brasil. Entre suas experiências está o cargo de redatora do Buzzfeed Brasil.

Fechando o rol do Júri Técnico nas categorias, temos a jornalista Mari Palma, atualmente ela é âncora da CNN nos programas: Alta CNN e PopVerso CNN. Com 15 anos de experiência, Mari ganhou destaque pelo G1 em 1 minuto, na Rede Globo. Em 2017, a jornalista  recebeu o prêmio Mulher Imprensa.


LEIA TAMBÉM: Love Victor – 3ª Temporada: Uma Última Chance Para Sentir o Amor


Siga @Nerdrecomenda nas redes Sociais

Facebook | Twitter | Instagram

Um comentário

Deixe seu Comentário