Jazz - Nerd Recomenda

Clube latino-americano de Jazz por streaming transmitirá show do projeto Afro Coltrane, diretamente do Rio de Janeiro

Após sucesso do show do Duo Gilson Peranzzetta e Mauro Senise, o Jazz Online Club terá mais uma transmissão no Brasil. Com produção da Frankfurt Produções e alta definição de som e imagem, o projeto é um dos projetos contemplados pelo edital Retomada Cultural, do Governo do Estado do Rio de Janeiro, via Lei Aldir Blanc
Jazz

Jazz Online Club é um projeto que leva ao público o melhor do estilo musical, em alta definição de imagem e som. Em busca da integração latino-americana e após o show do Duo Gilson Peranzzetta e Mauro Senise, o clube de jazz por streaming terá mais uma transmissão, no dia 26 de março, a partir das 21 horas, do show do grupo Afro Coltrane. Gravados no Teatro Solar de Botafogo, no Rio de Janeiro, as apresentações estarão disponíveis gratuitamente, via streaming, por 30 dias.

O projeto é um dos contemplados pelo edital Retomada Cultural, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Lei Aldir Blanc, e tem produção no Brasil da Frankfurt Produções e terá direção de Francis Ivanovich. O público poderá conferir o show do projeto Afro Coltrane no dia 26 de março.

         Adotando o lema “A música também é uma forma de abraço”, o Jazz Online Club preza pela altíssima qualidade de som e imagem, como explica o idealizador e diretor do projeto, Mauricio Mancovsky:

         “Nossa intenção é oferecer um lugar seguro para os amantes do Jazz. Já temos mais de 80 artistas tocando em nosso palco e, desde o início da pandemia, nos adaptamos ao formato streaming, levando o melhor desse som universal para a casa das pessoas. Agora é a vez de apresentarmos um pouco dessa experiência ao público brasileiro, em alta qualidade de som e imagem, com transmissão em Full HD e Hi-Fi Stereo”, conta Maurício.

No dia 26 de março, a apresentação será do projeto Afro Coltrane. O quinteto é formado por Nivaldo Ornellas (saxofonista que já gravou com Milton Nascimento, Egberto Gismonti, Hermeto Pascoal, Toninho Horta, entre outros), Antonio Guerra (pianista premiado pelo festival Mimo), Sergio Barrozo (contrabaixista que já tocou com artistas como Elis Regina, Wilson Simonal e Elizeth Cardoso), Didac Tiago (percussionista e diretor do Rio Maracatu), e Roberto Rutigliano (baterista e produtor do grupo).

Rutigliano, que já havia se apresentado no Jazz Online Club com o seu quarteto, conta sobre a importância da música africana associada a ritmos latinos no novo projeto: “A música africana influencia no uso dos ritmos. Nas músicas do nosso repertório, tocamos ritmos da Santeria Cubana, da Rumba Guaguanco, que é um estilo afro-cubano, do Latin Jazz, do Samba e da Bossa Nova. Misturamos, então, as composições de Coltrane com bases afro-cubanas e afro-brasileiras”.

Jazz - Nerd Recomenda

O show foi gravado no Teatro Solar Botafogo, no Rio de Janeiro, e disponibilizado no site oficial do Jazz Online Club (http://jazzonline.club/brasil/) a partir do dia 26 de março, respectivamente.

A iniciativa tem o apoio cultural do restaurante Amarelinho Oficial, hotel Tulip Inn Ipanema, pizzaria Domino’s e da água mineral Donna Natureza.


Leia Também: Looke destaca sete séries policiais e de suspense

Siga @Nerdrecomenda nas Redes Sociais

Facebook | Instragram | Twitter

Deixe seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: