HBO - Nerd Recomenda

HBO divulga sinopses oficiais da série documental ‘Transamazônica – Uma Estrada para o passado’

Com direção de Jorge Bodanzky e Fabiano Maciel, TRANSAMAZÔNICA – UMA ESTRADA PARA O PASSADO é uma série documental brasileira que mostra a história do projeto de construção e o estado atual da rodovia. A produção de seis episódios tem estreia semanal todas às quintas-feiras, às 21h, no canal HBO MUNDI e na HBO GO .

Resultado de uma coprodução com a Ocean Films, a série documental narra detalhes sobre este marco que foi idealizado e teve as obras iniciadas durante o governo do presidente Emílio Garrastazu Médici, no fim dos anos 60. Com o objetivo de unificar a nação, sua construção foi uma saga gigantesca e o maior exemplo das obras faraônicas do governo militar brasileiro. A estrada, que promoveria a integração nacional cortando o País de leste a oeste, ficou mais conhecida por ligar a fome do Nordeste com a miséria da Amazônia, e teve sua construção abandonada.
Abaixo, as sinopses da série documental, cujos dois primeiros episódios já estão disponíveis na HBO GO.

Episódio 1: “TUDO COMEÇA NO MAR DO NORDESTE”
O episódio inicial introduz a origem da estrada e o contexto sócio-político que fomentou sua realização, incluindo as razões que levaram os militares a se lançarem na construção de uma obra de proporções faraônicas, mesmo sem saber qual o real impacto de suas ações e as consequências ambientais e humanas que perdurariam até os dias de hoje. Delfim Neto (ex-Ministro do Planejamento do governo Militar) relembra a ideia do Presidente Medici para acabar com a pobreza no Nordeste.


Episódio 2: “DA GUERRA DE GUERRILHA A GUERRA PELA TERRA”
Neste episódio são exploradas as cicatrizes que a Guerrilha do Araguaia e a feroz repressão dos militares deixaram na região do Bico do Papagaio, no Tocantins, nos anos 1970, e que submeteram os ribeirinhos, camponeses e os índios da região a um domínio de terror que só terminou com o extermínio dos militantes e seus simpatizantes. Anos depois, a região ainda é palco de violentos conflitos entre latifundiários, grileiros, sem-terra, populações tradicionais e pequenos agricultores.


Episódio 3: “UM SONHO DE BRASIL NOVO”
Estreia:
 Quinta-feira, 25 de fevereiro, às 21h, no canal HBO MUNDI
Neste episódio é abordado o projeto de colonização do governo militar, a começar por Altamira, coração da estrada que rasgou a floresta com seus tratores. Ali a estrada foi inaugurada por Médici com a missão de ser um exemplo para a integração da região a ser realizada através da colonização maciça e com o objetivo de ser um polo de produção agrícola. Ali, recentemente, foi construída a usina de Belo Monte, a obra mais polêmica da região. A história se repete: mais um grande projeto de infraestrutura levanta dúvidas sobre sua eficiência.


Episódio 4: “VETORES DA DESTRUIÇÃO”
Estreia:
 Quinta-feira, 04 de março, às 21h, no canal HBO MUNDI
A produção explora como a estrada acelerou os principais vetores de degradação da floresta o desmatamento predatório, a venda ilegal de madeira, garimpo e a mineração. Recentemente a expansão da soja que tinha seu epicentro no centro-oeste começa a chegar na transamazônica levantando uma sombra sobre o futuro da região. A partir dos personagens apresentados, o quarto capítulo da série aborda temas chaves para o destino da floresta amazônica, jogando luz sobre as ações predatórias que seguem agindo de forma perversa.


Episódio 5: “A ESTRADA E AS TERRAS DOS ÍNDIOS”
Estreia:
 Quinta-feira, 11 de março, às 21h, no canal HBO MUNDI
Os Mundurukus e a luta contra São Luiz do Tapajós são o tema central deste episódio. A produção ilustra a história de populações que se viram em conflitos, disputas com empreiteiros, colonos, garimpeiros, madeireiros, grileiros e com os planos do governo federal de ocupar suas áreas sem pedir licença ou respeitar seu território milenar.


Episódio 6: “A FLORESTA SE IMPÕEM E A ESTRADA É ABANDONADA”
Estreia:
 Quinta-feira, 18 de março, às 21h, no canal HBO MUNDI
Tema: O passado e o presente se encontram ao final da estrada, escancarando fragilidades e contradições. Percorrendo o trecho mais selvagem, o último episódio da série trata da vitória da floresta sobre a construção. A ideia de progresso deixa visível suas consequências: desordem social e doenças endêmicas, como a malária. A parte final do documentário reflete sobre grandes projetos de desenvolvimento da Amazônia e promove questionamento sobre o futuro dos novos empreendimentos que pretendem domesticar a maior floresta tropical do mundo.


TRANSAMAZÔNICA – UMA ESTRADA PARA O PASSADO tem produção de Roberto Rios, Eduardo Zaca, Patricia Carvalho e Rafaella Giannini, pela HBO Latin America Originals, e de João Roni Garcia e Nuno Godolphim, da Ocean Films. Com direção de Jorge Bodanzky e Fabiano Maciel, que também assina o roteiro ao lado de Thiago Iacocca e Nuno Godolphim, a série documental conta com recursos da Condecine – Artigo 39.


Leia também: “O meu destino é ser Star”: Campanha de lançamento do canal Star Channel apresente releitura da música de Lulu Santos


Siga @Nerdrecomenda nas redes Sociais

Facebook | Twitter | Instagram

Deixe seu Comentário