Ziraldo

Cinebiografia de Ziraldo, viabilizada pelo Curta!, será exibida no Festival do Rio

‘Ziraldo – Era Uma Vez Um Menino’ estreia em 2022 com exclusividade no canal

Cartunista, pintor, escritor, dramaturgo, poeta, cronista, apresentador e jornalista. São muitas as facetas do artista Ziraldo, mineiro de Caratinga, que é referência nos quadrinhos e na literatura infantil, com personagens célebres, entre eles, o “Menino Maluquinho”. Sua trajetória está no documentário “Ziraldo – Era Uma Vez Um Menino”, dirigido por sua filha Fabrízia Pinto, que participa do Festival do Rio, dentro da Première Brasil Especial. Viabilizado pelo Curta! através do Fundo Setorial do Audiovisual. Após participar de festivais, o documentário estreia com exclusividade no canal Curta!, em 2022.

Produzido pela Lumen Produções, o documentário conta a história de Ziraldo através de depoimentos e entrevistas concedidas por ele mesmo, ao longo de mais de 40 anos. Assim como sua vida se confunde com sua obra, o relato é entrelaçado por sua vasta produção. O artista, com sua própria voz e emoção, também faz reflexões sobre temas como processo criativo, os personagens que criou, família, política e a situação do Brasil. O roteiro é de Fernanda Polacow e Julia de Abreu; fotografia de Carlos Chaves, Tomaz Viola; montagem de André Alves Pinto e Gustavo Ribeiro; música de Antonio Pinto e produção de Marcela Sá e Nina Luz.  A exibição é dia 16, às 21h30m – Cinépolis Lagoon.

Ziraldo
Divulgação

Também no festival, o longa-metragem documental “Cafi”, de Lírio Ferreira e Natara Ney, é a versão estendida do média-metragem “Salve o Prazer”, dos mesmos diretores, que estreou com exclusividade no Canal Curta!, em 2020. A produção ganhou novas imagens, trilha, entre outros recursos. E, após passar por festivais, deverá ser licenciado para exibições também no Curta!.

Cafi” conta a história do fotógrafo pernambucano Carlos Filho que, por mais de 40 anos, se dedicou a registrar a cena cultural brasileira. Em sua trajetória, foram mais de 300 capas de discos e encartes – entre eles, álbuns clássicos como “Clube da Esquina”. Suas lentes registraram artistas em gravações, shows, turnês e ensaios, sempre de maneira intimista e poética. O documentário é da Luni Produções. A produção tem duas sessões: dias 14 e 15. Dia 14, às 18h, no Cinepolis Lagoon. Dia 15, às 13h30m no Estação Net Botafogo.


Leia Também: Comedy Central estreia PEN15, série vencedora do Critic’s Choice Television Awards


Siga @Nerdrecomenda nas redes Sociais

Facebook Instagram Twitter

Um comentário

Deixe seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: