A Ira de Deus. Foto: Divulgação

‘A Ira de Deus’: Novo filme argentino da Netflix promete suspense e revelações 

Recém-lançado na Netflix, o filme argentino A Ira de Deus atiça a curiosidade do público que busca o desfecho dos crimes

Em quarto lugar no Top 10 filmes da Netflix (até a data da publicação), o filme A Ira de Deus promete um suspense cheio de revelações e, claro, uma boa investigação criminal. Mas será mesmo que o filme é tudo isso que promete?

Dirigido por Sebastián Schindel e inspirado no romance La Muerte Lenta de Luciana B., escrita pelo romancista argentino Guillermo Martínez, o filme conta a história de uma jovem que perde todos os membros da família em um período de 10 anos e acredita que seu ex-chefe é o culpado. 

Tudo começa quando Luciana (Macarena Achaga) consegue um novo trabalho, transcrevendo as histórias do escritor Kloster (Diego Peretti). Em uma de suas jornadas escrevendo tudo o que ele ditava, o homem começa a reparar na jovem ‘com outros olhos’ e acaba a beijando sem consentimento. Desesperada, ela larga o trabalho e o processa por assédio, mas acaba recebendo o valor da indenização antes mesmo de terem um julgamento. 

Mesmo não resolvendo o ocorrido de forma justa, as coisas pareciam ter se encaminhado na vida de Luciana, mas levando os traumas consigo. Em determinado momento ela perde um membro da família, depois outro, e mais outro, até que fica ela, a irmã e a mãe. E é a partir dessas mortes que ela percebe que Kloster sempre estava presente de alguma forma nessas ocasiões.

A Ira de Deus - Nerd Recomenda
A Ira de Deus. Foto: Divulgação

Acreditando que ele é responsável pelas perdas, ela procura ajuda de um jornalista para expor sua versão da história. Mas como sabemos, nada é publicado sem uma boa apuração. É neste momento que Esteban Rey (Juan Minujín, que também estrelou em Dois Papas) começa a procurar pistas que ajudam o público a entender se em A Ira de Deus Luciana está falando a verdade ou apenas seguindo uma suposição que formou por conta dos traumas.

Com isso, é apresentado para quem está assistindo o lado sombrio de ser uma pessoa pública, já que por muitas vezes pode ser protegido por uma rede ou até mesmo usar seu reconhecimento para ludibriar aqueles que questionam algo. “Ninguém pode conceber a ideia de que uma celebridade seja um assassino”, diz a protagonista. 

Apesar da atuação impecável dos artistas e de ter uma trama bem amarrada, o final não acaba da forma como esperamos no decorrer do filme, porém não podemos negar que a forma como o enredo foi apresentado prende a atenção do público. Isso porque conforme as cenas passam nossa curiosidade e expectativa sobre os desfechos do crime são atiçadas, já que muitas vezes o longa dá a entender que a investigação está próximo do fim.

Bom, A Ira de Deus está disponível na Netflix e possui cerca de 90 minutos de duração. Lembrando que é uma produção que foge do padrão americano, levando para as telas um elenco, roteiro e cenário argentino.

Confira o trailer de A Ira de Deus:

Leia também: Até a morte: sobreviver é a melhor vingança


Siga @Nerdrecomenda nas redes Sociais

Facebook Instagram Twitter

2 Comentários

Deixe seu Comentário