LGBT - Nerd Recomenda

“A Normal Lost Phone”- Uma vida LGBT

Descobrir quem é o dono de um celular e os segredos escondidos, esse é o seu objetivo nesse jogo com temática LGBT

 

Nunca paramos para pensar o quanto um simples celular pode revelar sobre a vida de alguém até jogarmos A Normal Lost Phone. Lançado em 2017 e desenvolvido pela Accidental Queens e Seaven Studio, o game pode ser resumido em uma linda história sobre a vida de uma pessoa do grupo LGBT.

LGBT - Nerd Recomenda
Arco-íris, um dos símbolos do grupo LGBT, está presente na arte do jogo. Créditos: Pocketer Gamer/ Divulgação

Seu início é totalmente uma surpresa. Sem nenhum tipo de informação ou instrução. Nos primeiros minutos o jogador encontra um celular na rua, no meio da noite. Não sabemos a quem ele pertence nem porque está sem defeitos e jogado na rua. Com isso, já iniciamos nossas especulações do que teria acontecido.

Ao desbloquear o celular, damos logo de cara com um menu repleto de ícones que podem ser acessados, como configurações, e-mails, contatos, galeria de fotos e aplicativos de conversas. Prepare-se para ler muito, pois o foco do jogo são os textos que compõem a narrativa.

A partir da leitura das mensagens enviadas tanto pelo dono do celular quanto pelos seus contatos, obtemos as primeiras informações sobre a história do jogo. O aparelho pertence a Sam, um menino de 18 anos que ainda mora com a família e, além de um bom garoto, é músico, participa de clubes, e acabou de sumir bem no dia do seu aniversário, data em que o jogo acontece.

Investigando e lendo cada vez mais as mensagens e textos disponibilizados no celular, vamos descobrindo mais sobre a vida do jovem. Ele tinha uma namorada, sua mãe adorava fazer bolos, um de seus primos sumiu, e Sam não sabia o porquê de sua melhor amiga Alice não falar com ele há dias.

LGBT - Nerd Recomenda
A interface se assemelha a de um celular comum nesse jogo com a temática LGBT. Créditos: Delirium Nerd/ Divulgação

O que me chamou a atenção do game é a simplicidade na jogabilidade, já que se assemelha muito ao nosso uso habitual com o celular e sem a presença de puzzles ou encontrar objetos como normalmente seriam os jogos de investigação. Nessa aventura, somente a leitura e percepção de detalhes são necessárias para conseguirmos desvendar os mistérios.

A Normal Lost Phone me rendeu boas horas de entretenimento e três páginas de anotações com informações e ligações entre os personagens no meu caderno. Cada vez mais minha curiosidade foi aumentando para saber o que aconteceu com Sam e por que sua família não sabe onde ele foi parar.

O final do jogo nos revela uma mensagem muito inspiradora e linda sobre se descobrir, amar à si mesmo e a importância de boas amizades em nossas vidas. Mais detalhes sobre o game acabariam estragando a surpresa. Porém é uma produção que tem muita importância para o movimento LGBT, já que vemos cada detalhe da vida de uma pessoa que convive nesse contexto.

Quando encerrei A Normal Lost Phone apenas conseguia pensar o quanto nossos celulares dizem sobre quem somos e os segredos que escondemos, como se essa pequena caixa tecnológica fosse um livro no qual escrevemos uma nova linha a cada aplicativo que abrimos, a cada ação que realizamos.

O jogo está disponível para compra na Google Play e pode ser jogado em celulares e computadores. 

Confira o trailer de divulgação do game:

Leia Também: Personagens LGBTQIA negros em séries

Siga @Nerdrecomenda nas redes Sociais

Facebook | Twitter | Instagram

 

 

Um comentário

Deixe seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: