Amor e Monstros

Amor e Monstros | A comédia, o amor e o suspense valem a pena?

Amor e Monstros tem a fórmula perfeita para dar certo, mas será que vai te agradar ou apenas te dar a sensação de “mais do mesmo”?
Amor e Monstros

Nesta sexta, dia 16 de abril, foi lançado o novo filme da Netflix com Dylan O’Brien, “Amor e Monstros”. Confesso que, por mais que tenha visto o trailer, fiquei frustrada por acompanhar sempre o mesmo personagem interpretado por Dylan: o engraçado e salvador dos colegas. Foi assim em Teen Wolf e em Maze Runner. Sendo assim, não vi um grande arco na evolução, já que tais personagens, constantemente, em certo momento descobrem seu grande potencial em salvar os outros ou em fazer piadas nos momentos de suspense e tensão para o alívio dos espectadores.

Em Amor e Monstros, criaturas gigantes assumem o controle da terra, fazendo com que o resto da humanidade busque por refúgio no subsolo. Após sete anos do apocalipse dos monstros, Joel Dawson (Dylan O’Brien) consegue se reconectar via rádio com Aimee (Jessica Henwick), sua namorada da época de escola, e a paixão ressurge. Mesmo com ela vivendo a quase 130 km de distância, Joel percebe que não há nada que o prenda ao subterrâneo e resolve ir em busca de Aimee, apesar de todos os perigos que possam aparecer em sua jornada.

Trailer de “Amor e Monstros”

Embora seja “mais do mesmo”, o longa se torna ótimo para descontrair e dar leves risadas, não deixando que você se canse de assistir, já que a construção da história conta com diversas participações de personagens engraçados e, até mesmo, de um cão super carismático que faz a diferença no decorrer da história, se mostrando um leal companheiro e auxiliando o personagem Joel.

A fotografia e os efeitos especiais estão relevantes e muito bons, tendo em vista quem acompanhou a saga de Teen Wolf. O longa está impecavelmente incrível e sem defeitos e a trilha sonora é linda e super de acordo com as cenas. Em se tratando do roteiro, não tenho nada a declarar, já que ele não deixou nenhuma ponta solta, apenas entregando uma possibilidade de um novo filme, mas não vale a ansiedade para esperar o próximo.

Afinal, o que esperar de “Amor e Monstros”? Eu lhes digo que não vale esperar muitas coisas ou grandes novidades, já que ele utiliza da mesma fórmula e receita de muitos outros filmes de comédia romântica e ação pós-apocalíptica. Se você, assim como eu, é fã de Dylan O’Brien, vale a pipoca ou aquele brigadeiro de panela, mas caso contrário, pense bem e assista sem pretensão nenhuma.

*Texto por Caroline Dias


Leia Mais: “Esquadrão Trovão” | Comédia com Octavia Spencer e Melissa McCarthy

Siga @Nerdrecomenda nas redes Sociais

Facebook Twitter | Instagram

%d blogueiros gostam disto: