animais fantásticos

Animais Fantásticos: Os segredos de Dumbledore- Não se preocupe, Alvo tem um plano. 

Os adoráveis Animais Fantásticos de Newt Scamander estão de volta no terceiro filme do universo mágico de JK Rowling

Já se passaram cinco anos desde que a franquia Animais Fantásticos estreou nos cinemas, trazendo de volta toda a mitologia do universo mágico criado por JK Rowling. uma ótima ideia, já que o universo de Harry Potter tem muito potencial para ser explorado em produções derivadas às histórias do menino que sobreviveu, e os causos do simpático magizoologista Newt Scamander- VAI LUFA-LUFA- pareciam uma ótima porta de entrada para essas novas histórias. Pareciam, verbo no tempo pretérito. 

animais fantásticos

Após o primeiro filme, muito bom por sinal, a franquia entrou em uma série de conflitos, como a insistência do estúdio em manter Johnny Depp no papel de Gellert Grindewald em meio as polêmicas com  Amber Heard, as declarações transfóbicas de JK Rowling nas redes sociais e o início das polêmicas entre Ezra Miller e fãs. 

Todos esses problemas extracampo fizeram com que o segundo filme da franquia, “Os Crimes de Grindewald”, chegasse ao cinema muito saturado, impossível de ignorar as polêmicas que o cercavam, mesmo sendo um filme até que divertido, porém perdido em certos aspectos. 

Agora cá estamos nós, cinco anos após o primeiro filme, com a maioria dos problemas varridos para debaixo do tapete, na estreia do terceiro filme da série intitulado “Os Segredos de Dumbledore”, expandindo ainda mais a franquia, porém sem saber bem para onde. 

No filme, Grindewald continua sua empreitada em convencer os bruxos à declarar guerra aos trouxas, julgando-os inferiores e reunindo cada vez mais seguidores. 

animais fantásticos

Dumbledore sabendo da ameaça que Grindewald representa, elabora um plano e pede novamente a Newt Scamander ajuda para impedir seu antigo amor, pois graças a um pacto de sangue, Dumbledore não pode agir diretamente contra Grindewald, mas também não aceita ver suas atrocidades contra os humanos sem tomar uma atitude. 

Após uma série de artimanhas e trapaças de seus seguidores, Grindewald consegue se inocentar dos crimes aos quais foi acusado, e para dar prosseguimento ao seu plano se candidata a novo líder do povo bruxo. 

A cerimônia de escolha para um novo líder é feita com uma criaturinha mágica parecida com um veado chamado Qilin, que tem poderes premonitivos e consegue sentir àqueles que são puros de coração. Ao ser colocado perto dos candidatos ao governo, o Qilin se curvaria àquele que sentisse ser digno de liderar o mundo bruxo. 

Grindewald consegue pôr as mãos em uma dessas criaturinhas, e em um ritual de magia profana, a corrompe para que o escolhesse, o que poderia ter dado certo, se não fosse por Dumbledore e Newt.

O que vem dando certo até aqui continua dando certo no novo filme, como é o caso dos personagens extremamente carismáticos que nos foram apresentados, como Newt, o trouxa Jacob Kowalski, Dumbledore, Queenie e Grindewald agora vivído por Mads Mikkelsen, que carregam o filme nas costas. 

animais fantásticos

Quanto a história, por mais que muita divertida como um filme individual, parece estar havendo algumas dificuldades em encaixar essas narrativas como sequências, já que poucas das grandes revelações dos dois primeiros filmes são desenvolvidos neste terceiro, como a grande revelação de que o jovem Credence é na verdade um membro da família Dumbledore perdido, todo o peso que o personagem de Ezra Miller tem nos filmes anteriores é reduzido drasticamente na sequência, se limitando a algumas poucas cenas, e a revelação de que ele na verdade é um filho renegado de Aberforth Dumbledore. 

Para quem já tem alguma familiaridade com a “Lore” do Mundo Bruxo já tem alguma noção de como a história da guerra entre Alvo Dumbledore e Gellert Grindewald vai seguir daqui em diante, culminando na derrota do bruxo das trevas e na conquista da varinha das varinhas por parte de Dumbledore, mas para o público leigo fica difícil ver ganchos para sequências, exceto pelo fato de que Grindewald continua a solta. 

Por mais que a história tenha lá seus problemas, Os Segredos de Dumbledore é um filme muito divertido, principalmente por conta de seus excelentes personagens e das interpretações de seus atores, inclusive a brilhante Maria Fernanda Cândido, que mesmo com poucas cenas consegue ter uma presença muito poderosa, tendo muito o que oferecer nas continuações. 


Leia também: HBO Max reúne todas as gerações com seu conteúdo para toda a família


Siga @Nerdrecomenda nas redes Sociais

Facebook Instagram Twitter

Um comentário

Deixe seu Comentário