Boseman - Nerd Recomenda

Chadwick Boseman morre aos 43 anos: relembre a carreira do ator

Chadwick Boseman foi um ator cuja a obra que ultrapassa as barreiras dos cinemas, e dá voz e representatividade para um povo sofrido.

Nessa sexta-feira (28) tivemos uma notícia chocante que abalou o mundo geek/nerd. O ator Chadwick Boseman, conhecido como Pantera Negra no universo Marvel, morreu, vítima de um câncer colorretal, um tumor maligno, desenvolvido no intestino grosso, ou seja, no cólon ou reto. Embora conhecido como o grande herói negro dentro da Marvel, a carreira de Boseman é extensa, com diversos trabalhos onde o ator mostrou todo seu potencial.

Boseman como Pantera Negra
Boseman como Pantera Negra

Vamos então descobrir alguns outros filmes que consolidaram Chadwick Boseman:

Destacamento Blood

Uns dos mais recentes trabalhos do ator foi o longa em parceria com Spike Lee, distribuído pela Netflix, Boseman - Nerd Recomenda“Destacamento Blood”.  A história apresenta quatro veteranos de guerra afro-americanos que voltam ao Vietnã à procura dos restos mortais de seu comandante, além de um tesouro enterrado. O filme foi ao ar em 12 de junho.

Get on Up – História de James Brown

Agora vamos falar de “Get on Up – História de James Brown”, onde Boseman interpreta um dos maiores ícones da cultura norte-americana: James Brown. Brown foi cantor, dançarino, compositor, produtor musical e multi-instrumentista norte-americano, reconhecido como um dos artistas mais influentes do século XX na música mundial, ganhando o título de pai do Funk e Padrinho do Soul. Nesse filme documentário, é contada a história do cantor, que viveu uma infância dura, sendo criado nas ruas da Carolina do Sul, passando pela adolescência até a conquista da fama, transformando Brown em um dos gênios da música. Você pode assistir esse filme no TelecinePlay.

Boseman - Nerd Recomenda

 

42: A História de uma Lenda

Outro filme biográfico, atuado por Boseman, foi “42: A História de uma Lenda”, que narra a biografia de Jackie Robinson, o primeiro jogador negro da Major League Baseball na era moderna, principal campeonato de Baseball nos Estados Unidos. Robinson foi ídolo dentro do esporte, quebrando as barreiras raciais na época. A história se passa em 1947, quando o jogador assina seu primeiro contrato com o time o Brooklyn Dodgers. Robinson usava o número 42, que leva o título do filme.Boseman - Nerd Recomenda

Marshall – Igualdade e Justiça

Os filmes de Chadwick exaltaram a história negra, tendo como um de seus personagens Thurgood Marshall, no filme “Marshall – Igualdade e Justiça”. Ele foi o primeiro juiz negro associado na Suprema Corte.  Antes de entrar na área dos tribunais, Marshall foi um advogado que lutou pelos direitos civis nos Estados Unidos, além disso, seu nome era forte na luta contra o racismo e na batalha pela igualdade, dentro um país que vivia a segregação racial. A história é bibliográfica, mostrando os primeiros anos do advogado, no início dos anos 60, apresentando as dificuldades de ser negro na época, e como Marshall encarava as divergências. Você pode assistir esse filme no TelecinePlay.

 

Crime sem Saída

Saindo dos filmes bibliográficos, Chadwick, atuou ainda em “Crime sem Saída”, onde atua como Andre Davis, policial detetive de Nova Iorque, que tem um grande desafio em suas mãos: descobrir e prender um assassino em série, que tem como alvo policiais. Durante a investigação, Davis percebe que o caso vai além de simples assassinatos, passando a uma grande conspiração entre criminosos e a própria polícia local.

Podemos ver que Chadwick Boseman tem um trabalho que vai além da arte. Muitos de seus papéis foram dedicados a representar a história negra americana, desde James Brown, nome fundamental para música, até Thurgood Marshall, advogado que lutou firme pelos direitos civis.

O próprio Pantera Negra foi um marco, sendo o primeiro herói negro no cinema. A inspiração que Chadwick passa, ao representar a cultura negra para a grande massa, se tornou seu legado. O ator ajudou na transformação de paradigmas dentro de Hollywood e a representatividade que seus personagens, principalmente em Pantera Negra, irão inspirar pessoas por anos. Apesar de sua morte, seu trabalho será eterno.

Leia Também: “Jogos Mortais” – Nova perspectiva pela maturidade

Siga @Nerdrecomenda nas redes Sociais

Facebook | Twitter | Instagram

 

Deixe seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: