Seja bem-vindo!

Por: Thais Moreira 08/05/2024
0
Post Thumbnail

Cinema do Brasil participará de Cannes com estande e delegação nacional

Criado há quase duas décadas, Programa renovou convênio com a ApexBrasil por mais dois anos e participará de Cannes.

Criado e gerido pelo SIAESP – Sindicato da Indústria Audiovisual do Estado de São Paulo em 2006, em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil), o CINEMA DO BRASIL é o Programa de Promoção e Internacionalização do Cinema Nacional que tem como objetivos incentivar a participação de produtores e distribuidores brasileiros nos mercados internacionais, estimular o networking e promover os filmes brasileiros nos festivais internacionais. O programa conta hoje com 94 empresas associadas, entre produtoras, distribuidores e festivais.

No festival de Cannes deste ano, o CINEMA DO BRASIL apoiará o cinema nacional com três títulos brasileiros nas mostras oficiais, além da participação no mercado de filmes. Motel Destino, de Karim Aïnouz, produzido pela Gullane, participa da competição principal do evento e concorre à Palma de Ouro. O longa, que tem no elenco Fábio Assunção e os estreantes Nataly Rocha e Iago Xavier, se passa num Brasil pós-pandemia e foi todo filmado no Ceará.

Cannes

O segundo título é Baby, de Marcelo Caetano, produzido pela Cup Filmes, que foi selecionado para a Semana da Crítica do Festival. O filme tem como protagonista um jovem que acaba de sair de uma instituição carcerária para menores de idade. Morando na rua, ele conhece um homem com quem começa um caso romântico turbulento.

Cannes

O terceiro destaque é o curta-metragem Amarela, de André Hayato Saito, produzido pela MyMama Entertainment que concorre à Palma de Ouro. O filme acompanha Erika Oguihara (Melissa Uehara), uma adolescente nipo-brasileira que rejeita as tradições de sua família japonesa e está ansiosa para comemorar um título mundial de futebol pelo Brasil em 1998.

Cannes

Em Cannes 2024, além dos filmes, o CINEMA DO BRASIL participará do Marché du Film com um estande. O espaço é utilizado pela equipe e pelos associados para reuniões de negócios e promoção de eventos de networking. É, também, referência para os profissionais estrangeiros que buscam informações sobre filmes, projetos e profissionais brasileiros. Há 18 anos, o Programa mantém ininterruptamente esse estande nas edições do Festival.

A equipe do Cinema do Brasil organiza uma agenda de eventos durante o Marché du Film com o objetivo de estimular a conexão entre a delegação brasileira e os atores internacionais. Essa agenda inclui encontros de coprodução, conversas com Fundos e festivais internacionais.

E, por fim, há um catálogo específico, elaborado pelo Cinema do Brasil com os filmes e projetos que as empresas brasileiras estão levando para o Marché du Film. Com divulgação feita no estande, site e redes sociais do Programa, o catálogo também é encaminhado para o mailing internacional, composto por Festivais, Sales Agents, Distribuidores e instituições parceiras, sempre visando novos negócios.

A participação em Cannes conta com a parceria do Programa de Apoio à internacionalização da economia criativa do Estado São Paulo (CreativeSP), da Spcine e da Rio Filme. Além de uma delegação de cerca de 50 empresas, entre produtoras, distribuidoras e festivais e mais de 60 profissionais. Para preparar melhor os produtores para o mercado, uma consultora internacional prepara uma capacitação sobre o evento.

Desde a criação do CINEMA DO BRASIL, o número de coproduções oficiais realizadas cresceu gradativamente até atingir algo próximo a 30 coproduções oficiais por ano. A presença de filmes brasileiros em festivais internacionais também aumentou fortemente, com filmes selecionados para os maiores festivais – Berlim, Cannes, Locarno, Veneza e San Sebastian no mesmo ano!- além de diversos outros festivais. Consequentemente, as premiações e geração de negócios também aumentaram.

Em Cannes 2023, a presença do Brasil contou com uma delegação com 57 produtoras, agentes de vendas e distribuidores brasileiros. O CINEMA DO BRASIL organizou a missão governamental com representantes da Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura, SPCine, Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, InvestSP e a ApexBrasil. As empresas brasileiras presentes realizaram 783 reuniões com mais de 60 países, gerando em negócios o equivalente a 18 milhões de reais. Para os 12 meses após o festival, previu-se a geração de 45 milhões de dólares em negócios decorrentes de contatos realizados no Marché du Film.

Amarela Baby Cannes cinema CinemaNacional MotelDestino
Tags:
Compartilhe:

A Nerd Recomenda também está no Facebook, Instagram, Youtube e no Twitter. Segue a gente lá!

Comentários

Deixe seu Comentário