Resident Evil Village - Logo_-_White_Background

Raphael Rossatto, dublador de Ethan conta um pouco sobre Resident Evil Village

Raphael Rossatto faz a voz de Ethan, na primeira dublagem de game da franquia Resident Evil para o Brasil. O game está disponível desde do dia 7 de maio.

Resident Evil Village já chegou no Brasil, e em pouco tempo conquistou o publicou. Um game com seus personagens carismáticos, como Lady Dimitrescu e Duque, ficou ainda mais cativante com a dublagem em português BR. Pela primeira vez, a Capcom localizou a dublagem para o público no Brasil, e com elenco de muitos talentos, o trabalho foi perfeito, sendo um ponto alto em Village.

Raphael Rossatto - Nerd Recomenda

O elenco de dublagem para o game foi escolhido a dedo, e contém grandes profissionais, entre eles estão: Raphael Rossatto (dublador do Peter Quiil em Guardiões da Galaxia),Leo Rabelo (Chris Redfield na Resident Evil: A Vingança), Priscila Franco.(Sasame, Toki, Anko (Criança), Mai Kagetsu, Matsuri em Naruto), Luiz Carlos Moraes (Peter Grifin em família da pesada.), entres outros grandes atores.

Raphael Rossatto, faz a voz de Ethan, protagonista em Resident Evil Village, com uma carreira extensa, Raphael já transitou entre filmes, animes e games, sendo a voz de Peter Quiil no filme da Marvel, Guardiões da Galaxia. Mas com uma experiência em grandes games como The Last Of Us Part 2, Assassin Creed Odissey e League of Legends, Raphael Rossatto faz excelente de voz com o personagem Ethan, protagonista de Resident Evil Village.

Em uma pequena conversa com o dublador, ele fala como foi trabalhar na primeira dublagem de Resident Evil para o Brasil e conta um pouco sobre Ethan, seu personagem. Confira a entrevista:

Resident Evil completa 25 anos de franquia e o Village será o primeiro game da série com dublagem em português. Como você esta se sentindo dessa novidade pioneira de Resident Evil, uma game amado no Brasil?

“Eu me sinto muito feliz e o cara mais sortudo do mundo, porque sou gamer também e sempre fui muito fã de RE, pra mim é a melhor franquia dos games, então dar voz a um protagonista dessa franquia, ainda por cima sendo o primeiro game localizado em 25 anos, é emoção demais pra mim. E toda repercussão tem sido ótima, a galera tá curtindo bastante e isso torna tudo ainda melhor e mais especial.

Raphael Rossatto
Raphael Rossatto dublador em resident evil 8
  • Ethan foi um personagem recente de Resident Evil. Antes de Resident Evil 7, Ethan era um homem comum, sem experiência sobre o mundo das armas biológicas e por ser esse personagem simples, sem treinamento militar ajudou a resgatar o terror dos primeiros games. Como será Ethan em RE VIII, agora que tem vivenciou uma história de terror com armas biológicas?

“O Ethan realmente era apenas um homem comum, um marido em busca da esposa, sem o menor conhecimento dessas atividades com armas biológicas. Ele volta no 8 bem mais Durão. Ele passou por um treinamento militar, e por mais que não esperasse que fosse vivenciar essas coisas de novo, ele ficou bem mais preparado para enfrentar o que pudesse acontecer. A gente vê um Ethan abismado, e de certa forma até incrédulo ao vivenciar todo esse terror de novo, mas, ao mesmo tempo, vemos um Ethan sem medo algum, com um foco e uma gana muito maior de vencer e encontrar a filha. Continua sendo um homem comum, um marido, e um Pai que faria qualquer coisa pela sua família, porém muito mais preparado para combater o mal.

Conte-nos um pouco sobre a sua experiência com a dublagem? E qual a diferença para dublar um game? 

“Dublar um game, ou Localizar, sendo mais preciso no termo, é sempre uma experiência maravilhosa, até mesmo por eu ser gamer e consumir muito esses produtos com a nossa língua. No caso de RE não foi diferente, mas por eu amar tanto a franquia, eu tenho certeza que isso refletiu muito mais no meu trabalho, na minha entrega como ator. Eu estou muito orgulhoso e satisfeito com o resultado, toda a equipe da Máximal, estúdio onde o game foi localizado, está de parabéns. E a grande diferença ao se dublar um game, é que diferente de filmes e séries, nós não temos imagem como referência, nos baseamos apenas nos áudios do idioma original, então como não sabemos exatamente como é o personagem e o que está acontecendo de fato em cada parte, é preciso sempre fazer o mais próximo possível do original, para que fique uma coisa coesa com o personagem posteriormente. Eu adoro dublar games, acho muito gostoso. E uma curiosidade nas gravações do RE Village é que pelo fato do Ethan gritar demais, se machucar muito, eu fiquei uma semana rouco pós gravações, foi tão visceral e exaustivo que terminei as gravações sem voz.

Você pode conferir uma análise completa de Resident Evil Village aqui.


Leia Também: Até loguinho!! Outra Semana no Cartoon chega à sua última semana!

Siga @Nerdrecomenda nas redes Sociais

Facebook | Instragram | Twitter

Deixe seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: