Escape Room

“Escape Room 2: Tensão Máxima” é tão envolvente e atrativo que fará você acreditar que tudo é uma pista de jogo

“Escape Room 2: Tensão Máxima” é uma sequência tão imersiva e necessária que daria uma boa série com algumas temporadas, se bem explorada

Scape Room 2: Tensão Máxima
Scene “Escape Room 2: Tensão Máxima”
Escape Room 2

Aos amantes de um bom suspense, se preparem! A sequência de “Escape Room” (2019), “Escape Room 2: Tensão Máxima” vai fazer seu corpo todo formigar e inquietar de tanto medo, angústia e nervosismo pelas cenas assistidas. O primeiro longa foi incrível e nos deixou portas abertas para esta continuação, principalmente na necessidade de encontrar os responsáveis e a empresa que executa os jogos.

A trama apresenta Zoey Davis (Taylor Russell) indo a sessões de terapia e contando sobre o jogo que fez ela e Ben Miller (Logan Miller) saírem vivos e mentalmente abalados depois de muita luta por suas vidas. Zoey aparenta estar cansada de ser considerada mentirosa quanto ao jogo com todos justificando um “surto” dela pensar em estar num jogo de tortura psicológica com diversas mortes por conta de traumas pela perda de sua mãe em uma viagem de avião – o que lhe ocasionou medo de viagens de avião. E com a ajuda de Ben vão em busca de algo incerto para tentar encontrar os culpados.

O retorno dos tensos jogos aparentemente inofensivos veio com um novo grupo de 6 pessoas presas em um vagão de trem, pessoas estas que foram sobreviventes de jogos passados, fazendo-os testar ainda mais seus medos, habilidades e percepções. No decorrer dos jogos vemos que a linha tênue entre desafiar seus conhecimentos e enfrentar seus medos de forma casualmente insana. O longa conta com momentos tão tensos que nos faz questionar: “Será que isso pode ser uma pista?“, “Será que podemos acreditar em tudo ou todos?” ou “Até que ponto o ser humano é capaz de ser tão ruim?“. Todos se transformam em suspeitos, tudo se transforma em pistas e qualquer minuto que passa se torna mortal e irrecuperável.

Escape Room 2

A sequência é tão perfeita e as peças (irônico falar em peças quando se fala de um longa que tudo é voltado ao encaixe perfeito de “peças” para desvendar os jogos) se tornam algo de parte maior e muito mais atrativo, o roteiro tem tudo para criação de uma série, ou minissérie, que apresente as personagens que foram mostradas nesse “Escape Room 2: Tensão Máxima”. Espero que assim como eu que, ao terminar o filme, tenha a sensação que precisa de mais, o filme é viciante e cheio de pequenos enigmas que não nos deixam parar de pensar que tudo pode se tornar pistas ou chaves para sair dos desafios. Dica: Preste atenção nos menores detalhes, nas frases ditas por personagens dão dicas, nas frases espelhadas pelo cenário, basicamente, em tudo.

Classificação do Autor

Avaliação: 5 de 5.

*Texto por Caroline Dias


Leia Também: “Ele é demais” e a ressignificação de personalidade diante das redes sociais | Netflix

Siga @Nerdrecomenda nas redes Sociais

Facebook | Twitter | Instagram

Um comentário

Deixe seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: