red rising furia vermelha

Fúria Vermelha (Pierce Brown)

Sou a fagulha que vai incendiar os mundos. Sou o martelo que arrebenta as correntes.

Fúria Vermelha – Pierce Brown
red rising
Darrow após transformação em Ouro – Darrow au Andromedus (arte por @bloodydamnit)

Num futuro distante, a humanidade enviou uma pequena parte da população, os Vermelhos, para serem os primeiros colonizadores de Marte. Séculos se passaram, e os Vermelhos permaneceram, geração após geração, levando uma vida agonizante no interior das minas marcianas, sem nunca ver o céu ou as estrelas, trabalhando para que um dia o resto da humanidade pudesse habitar o planeta vermelho.

Mas a verdade que eles desconhecem é que, na sua superfície, Marte já está colonizada há anos!!! Assim como vários outros planetas do Sistema Solar! E os Vermelhos são mantidos em ignorância pois a humanidade, liderada pelos Ouros, depende de seu trabalho escravo para dar continuidade à expansão de suas colônias.

Darrow, um jovem trabalhador das minas, acabou de perder tudo o que mais ama para esse sistema injusto, e no momento em que descobrir a verdade, ele não vai descansar até ver cair o último dos Ouros.

Há um festival em que usamos rostos de demônios para espantar espíritos malignos dos nossos mortos no vale. Às vezes não conseguimos.”

Fúria Vermelha – Pierce Brown

Fúria Vermelha, o primeiro volume da trilogia Red Rising, escrita pelo autor Pierce Brown, é uma fantasia e ficção científica lançada em 2014 que nos promete uma história de vingança e busca pelo poder ambientada num futuro no qual a sociedade humana foi dividida em castas divididas por cores, sendo os Ouros os mais poderosos, e os Vermelhos os menos favorecidos (o que é um eufemismo para “escravizados”).

Admito que quando comecei a ler esse livro fui com muita sede ao pote (ops). Mas também, se logo capa temos uma comparação com histórias marcantes como Jogos Vorazes e Game of Thrones, nada mais justo do que esperar por grandes intrigas políticas banhadas em muito sangue dos inimigos, não é mesmo?

red rising mustang
Virginia au Augustus – “Mustang” (arte por @NanFe)

Só que não.

Em parte.

Bem, pra começar, vamos deixar claro que a ação de Fúria Vermelha é incrivelmente bem feita. Pierce Brown sabe construir cenas incríveis de superação de desafios para o protagonista, Darrow. Não tem como não torcer pra ele continuar botando banca em cima de todo Ouro que o garoto encontra no caminho.

Nesse sentido, Fúria Vermelha é uma escolha perfeita para os fãs de Jogos Vorazes, principalmente nesse primeiro volume, quando o roteiro das duas histórias segue padrões bem parecidos: vários jovens com potenciais diversos são colocados em um campo de batalha preparado para fazê-los dominarem uns aos outros até que apenas os melhores sobrevivam ou tenham conseguido a obediência dos demais.

Porém, um elemento que tanto Jogos Vorazes quanto GoT possuem, mas que ficou em falta em Fúria Vermelha, foi um melhor aprofundamento psicológico dos personagens, principalmente do protagonista, que por diversas vezes toma decisões bem “out of character“, que são convenientes para o plot, mas deixam a desejar no sentido de levar o leitor a alguma reflexão sobre a injustiça daquela sociedade, ou sobre como o poder influencia o ser humano.

red rising sevro
Sevro au Barca (arte por @NanFe)

É claro que nem por isso a história deixa de ser menos viciante. Apesar desses momentos me tirarem a concentração de vez em quando, tomar Fúria Vermelha como um livro que é, antes de tudo, uma história de ação, deixa a falta de detalhes filosóficos bem perdoável (embora eu não largue da opinião de que, se elas existissem, fariam desse um livro bem mais completo).

Um momento de apreciação final para os dois personagens que fizeram a história ser 200% melhor a cada nova aparição: Mustang e Sevro. Eles são os personagens mais carismáticos que você vai encontrar nesse primeiro volume, e definitivamente o melhor incentivo para ler Fúria Vermelha!

A trilogia Red Rising conta ainda com os livros Filho Dourado e Estrela da Manhã, todos lançados pela editora Globo Livros.

Nota Final: 3 estrelas

* Texto por Larissa Diniz (@cons.ciencialiteraria)


Leia Também: Nerd Ao Cubo lança caixa especial

Siga @Nerdrecomenda nas redes Sociais
Facebook | Twitter | Instagram

Um comentário

Deixe seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: