Winter on Fire - Nerd Recomenda

Winter on Fire: Ukraine´s Fight for Freedom – A dificuldade de se fazer uma revolução

Documentário Winter on Fire da Netflix apresenta a revolução da Ucrânia contra seu governo ditatorial

A democracia é um conceito presente em diversos países, sendo a base de muitos governos pelo mundo e o que deve moldar a sociedade. Porém, ela é um termo muito complexo de ser entendido, e pior, de ser aplicado. No caso da Ucrânia, sua população teve de enfrentar dias difíceis para restaurar sua democracia e o documentário “Winter on Fire: Ukraine´s Fight for Freedom” nos mostra o que ocorreu nesse período.

Winter on Fire
Winter on Fire é um documentário político, disponível na Netflix. Créditos: World Youth Aliance/Divulgação

Disponível na Netflix, o documentário expositivo Winter on Fire relata os 93 dias da manifestação que ficou conhecida como Revolução de Maidan, que ocorreu entre dezembro de 2013 e fevereiro de 2014. Com o objetivo de depor o presidente ucraniano Viktor Yanukovych e fazer a Ucrânia entrar para a União Europeia, milhares de pessoas foram às ruas para lutarem pelos seus direitos.

Winter on Fire: Ukraine´s Fight for Freedom se destaca por representar um momento político importante e recente em um país pouco falado nos noticiários internacionais. Por se tratar de um país que estava fora do eixo europeu no período soviético não é visto como uma região relevante como França e Itália, sendo estes países da Europa Ocidental.  

O que começou como um protesto de estudantes, se tornou um confronto violento entre a população do país e o governo local. Os problemas que foram surgindo durante os conflitos também ganham destaque no documentário.

Winter on Fire
Créditos: Senso Incomum/Divulgação

A parceria entre a polícia do país, chamada Berkut, com o setor político, a infiltração de pessoas dentro do movimento dos estudantes para causar discórdia entre tropas policiais e civis e o surgimento de uma revolução no intenso inverno na Ucrânia são alguns dos pontos destacados durante a narrativa que nos deixam apreensivos e tensos pela violência explícita.

Na narrativa, podemos observar o poderio da Berkut e seu uso violento da força, não para conter os manifestantes, mas sim para machucar as pessoas, além de provocarem mortes e o sequestro de ativistas e líderes do movimento. Por outro lado, o documentário também revela a parceria e solidariedade dentre os manifestante, com a criação de postos de alimentos, cuidados médicos e acesso à internet para se comunicar com familiares e amigos.

Sendo um documentário expositivo, temos a presença de gravações de cinegrafistas amadores e profissionais feitas no local, relatos de quem esteve presente nos 93 dias de manifestação e especialistas opinando sobre a importância da Maidan. Tudo isso regido a movimentos rápidos e trêmulos de câmera, unidos a uma boa trilha sonora em momentos tensos e gritos dispersos durante as cenas, nos colocam dentro do movimento da Maidan, sentindo a tensão do local e a dificuldade que é estar presente e fazer uma revolução política em busca dos direitos civis.

Leia Também: Disney Channel apresenta especial “A Sociedade Secreta do Disney Channel” durante o mês de janeiro

Siga @Nerdrecomenda nas redes Sociais
Facebook | Twitter Instagram

Um comentário

Deixe seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: