licorice pizza

Licorice pizza e as belezas da juventude 

Licorice Pizza é uma grande homenagem de Paul Thomas Anderson a uma época menos complicada. 

Em Licorice Pizza, Paul Thomas Anderson nos mostra como a fase da adolescência é complicada, para alguns mais e para outros menos, mas depende né? É tudo uma questão de autoconfiança.

Se você for uma pessoa desinibida, extrovertida e de bom papo, provavelmente tem mais chances de se dar bem nessa fase da vida, mas, se for alguém mais na sua, retraído e de pouco assunto, aí a coisa fica mais complicada (eu que o diga!). 

licorice pizza

Licorice Pizza é sobre isso, adolescência, ou “adolescer”, e como tudo nessa fase da vida é tão mais… intenso. 

A história é simples, bem clichê de filme adolescente mesmo. O simpático rapaz se apaixona pela mocinha e faz de tudo para atrair sua atenção para si. O simpático rapaz, Gary (Cooper Hoofman), é aquele famoso boa pinta, sonhador, conversador e pra lá de gente boa. A mocinha, Alana (Alana Haim), é mais retraída, não no sentido de ser tímida, de jeito nenhum. 

Alana, filha de pais judeus super rígidos, trabalha para uma empresa que tira fotos para anuários de colegiais, é durante uma dessas visitas que a jovem conhece Gary, um cara super gente boa, conversador, e um empreendedor de carisma puro. 

A partir do momento em que põe os olhos na garota, Gary faz de tudo para conquistá-la, e aí começam as desventuras do simpático garoto para roubar o coração da amada. 

É importante frisar que o maior ponto forte de “Licorice Pizza” não é o roteiro, a história em si é muito simples, mas todo o trabalho de produção feito para transpassar a sensação “setentista” é realmente de tirar o chapéu. 

Todo o filme parece uma grande homenagem a década de 70, desde as diversas referências passeando aqui e ali nas cenas, até o próprio título do filme, Licorice Pizza é na verdade uma homenagem de Paul Thomas Anderson a uma antiga loja de discos de vinil do sul da Califórnia, terra Natal de Anderson, que existiu do fim dos anos 60 até mais ou menos começo dos anos 90. 

Além do título do filme, existem muitas outras referências que o cineasta trouxe para o filme, o fascínio pelo cinema, os jogos de fliperama e as músicas. 

De um modo geral, Licorice pizza é de muitas formas uma homenagem de Paul Thomas Anderson à infância, a tempos mais simples do que estamos vivendo hoje, e ao saudosismo de um tempo que não irá voltar nunca mais. 


Leia também: “Vale Night”: novo filme estrelado por Linn da Quebrada, Pedro Ottoni, Gabriela Dias e Yuri Marçal


Siga @Nerdrecomenda nas redes Sociais

Facebook Instagram Twitter

Deixe seu Comentário