mafia dos tigres

Máfia do Tigres, o documentário surreal da Netflix.

Personagens caricatos, uma trama cheia de plot twists, uma história que beira o surreal. A princípio A máfia dos Tigres parece ser um documentário que retrata os maus tratos aos animais, com foco nos grandes felinos. Quem assiste espera encontrar uma série que denuncie o tráfico de animais nos EUA, mas logo percebemos que o fundo do poço é mais embaixo.

Tudo o que acontece em Máfia dos Tigres é uma história tão mirabolante, que nenhum roteirista ou escritor poderia ter pensado. Durante a história vemos muito além do tema de tráfico de animais. Temos relacionamentos abusivos, trabalho escravo, seitas, uso de drogas, suicídio, e uma tentativa de assassinato.

Em Máfia dos Tigres, a personagem principal é Joe Exotic, dono de um zoológico particular no estado de Oklahoma, EUA. Joe é um tipo de pessoa totalmente caricata, com um enorme ego e um grande senso de megalomania. Ele é gay, defensor das armas, manco, tentando ser cantor, cheio de excentricidade. Ele se diz um grande amante dos animais, principalmente de tigres, leões e qualquer tipo de felino. Seu parque serve como safari, onde as pessoas vão para poder interagir com os animais de uma forma mais próxima, sendo essas visitas a grande fonte de renda para Exotic.

JOE EXOTIC

Tigres - Nerd Recomenda

Nos setes episódios que totalizam a série, vemos a maneira em que Joe manipula garotos, muito deles jovens adultos perdidos no mundo, sem rumo algum. Aproveitando-se dessa brecha emocional e financeira, e os manipula para fins pessoais. Alguns trabalham em seu parque, em condições deploráveis, enquanto outros são explorados sexualmente por Joe. Além disso vemos como Exotic tem um grande senso de megalomania, muitas vezes se apelidando de Rei dos Tigres, seu objetivo é alcançar a fama a qualquer custo. Nesse intuito, ele tenta produzir um reality show próprio, tenta uma carreira musical, e até mesmo chega a ser a candidato a governador em seu estado, Oklahoma. Tudo isso para ganhar prestígio, fama e dinheiro, muitas vezes chegando à beira da loucura e obsessão, principalmente quando se trata de sua grande inimiga, Carol.

CAROL

mafia dos tigres - Carol

A grande antagonista na série é Carole Baskin, ou Carol Baskin, uma “defensora dos direitos animais”, que também tem seu zoológico particular, que ela chama de santuário dos felinos. Seu objetivo é resgatar animais, cura-los, e devolver para a natureza aqueles que tiverem condições de voltar para seu habitat natural. Do contrário, eles serão permanecerão sendo cuidados no santuário.

Carol é a grande inimiga de Joe, lutando com todas suas forças para fechar o parque dele. Passando-se por uma defensora dos direitos animais, Carol não é a mocinha que aparenta ser no começo. Ela tem um passado obscuro em seu currículo. O dinheiro dela foi herdado após o desaparecimento de seu marido, considerado morto. Muitos alegam que foi ela quem tramou o assassinato, dando-o de comida para seus tigres.

A BRIGA

mafia dos tigres - carol e joe

A briga entre Carol e Joe é o que faz a trama girar, crescendo e escalonando, até chegar no ponto de um quase assassinato. Durante a história vemos que não existe ninguém certo, e nos sentimos indignados e revoltados com ambos. Logo no primeiro episódio vemos o ódio que ambos sentem entre si. O nível desse ódio, levou Joe a contratar um assassino de aluguel para matar Carol, mas o plano falha e Exotic vai preso. Tudo isso é apresentando no primeiro episódio. 

A briga entre Joe e Carol vai crescendo conforme a série passa, e todos os personagens coadjuvantes vão ganhando destaque, o que vai encorpando cada vez mais essa história. 

Por tudo isso e muito mais, essa série documental é digna de um blockbuster de Hollywood.

LEIA TAMBÉM: Entre herói e diretor, Raio Negro.

Siga @Nerdrecomenda nas redes Sociais

Facebook | Twitter | Instagram

2 Comentários

Deixe seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: