A Radical Imaginação Política das Mulheres Negras Brasileiras

A Radical Imaginação Política das Mulheres Negras Brasileiras: Anielle Franco lança livro com textos de Marielle Franco, Lélia Gonzalez e outras pensadoras negras

Livro “A Radical Imaginação Política das Mulheres Negras Brasileiras” é uma coletânea organizada por Ana Carolina Lourenço e Anielle Franco, reunindo textos de Vilma Reis, Lélia Gonzalez, Luiza Bairros, Benedita da Silva, Marielle Franco, Érica Malunguinho e outras

Refletir um modelo social baseado no pensamento e nas ideias de diferentes mulheres negras que, ao longo de décadas, inspiram um modelo político que aprofunde bases para a democracia e a igualdade social. Essa é a proposta do livro A Radical Imaginação Política das Mulheres Negras Brasileiras, publicação produzida em parceria da Fundação Rosa Luxemburgo com Mulheres Negras Decidem e Instituto Marielle Franco, com edição da Oralituras, que traz uma coletânea de textos inéditos e não inéditos, que confirmam o protagonismo de mulheres negras não como vento novo no horizonte, mas sim uma tempestade que vem se formando nas narrativas da ancestralidade, no trabalho do dia a dia, nas celebrações, na dor de cada perda e nas lutas do cotidiano.

A publicação foi lançada na última segunda, dia 21 de junho, e pode ser acessada gratuitamente em https://url.gratis/QOM5C.

A Radical Imaginação Política das Mulheres Negras Brasileiras
Capa do livro A Radical Imagincação Política das Mulheres Negras Brasileiras

Com escritos de Andréa Lopes, Áurea Carolina, Benedita da Silva, Diana Mendes, Erica Malunguinho, Fabiana Pinto, Gabrielle Abreu, Juliana Marques, Leci Brandão, Renata Dias, Regina Sousa, Vilma Reis, Lúcia Xavier e Talíria Petrone; além das “escrevivências” de Lélia Gonzalez, Luiza Bairros e Marielle Franco, A Radical Imaginação Política das Mulheres Negras Brasileiras é uma contribuição no processo de visibilização das respostas e soluções empreendidas pelas mulheres negras brasileiras frente ao atual contexto de crise social, política e econômica.

“A ideia de organizar este livro surgiu no primeiro semestre de 2020, em um momento em que o Brasil vivia o aprofundamento da sua crise social e política agravada pelos efeitos da pandemia da COVID-19, em meio a organização das eleições municipais do mesmo ano. A publicação é uma coletânea de textos inéditos e não inéditos sobre a imaginação política das mulheres negras brasileiras nas últimas décadas. Acompanhamos escritos, entrevistas, projetos de leis e discursos de mulheres negras que dão as pistas do porquê de sua presença, na política, significar mudanças na qualidade da nossa democracia e sociedade. Mais do que uma sofisticada qualidade crítica, essas mulheres apontam caminhos, denunciam, propõem e efetivam

Organizadoras: Ana Carolina Lourenço e Anielle Franco.

O livro se subdivide em duas partes: a primeira, Ecos do agora, abre com um texto da historiadora Gabrielle Abreu acerca da longeva e, ao mesmo tempo, breve história das mulheres negras na política institucional. A segunda parte do livro, Itinerário do fazer, é composta pela variedade de temas, formatos e proposições que marcaram a atuação das mulheres negras na política institucional desde a redemocratização. Assim, A Radical Imaginação Política das Mulheres Negras Brasileiras oferece, ao mesmo tempo, o registro do que deve ser lembrado, a confirmação do que deve ser reivindicado, a celebração do que foi conquistado e o prenúncio do que está por vir.

Apesar dos avanços, segundo dados do IBGE e TSE, são 28,7% as mulheres autodeclaradas negras no Brasil, mas apenas 3% das que ocupam as prefeituras, 5% dentre as escolhidas para assembleias municipais legislativas na última eleição, 2% do Congresso Nacional e 1% na Câmara dos Deputados Federais.

Leia Também: O Serviço de Entregas Monstruosas | Lançamento Intrínseca

Siga @Nerdrecomenda nas redes Sociais

Facebook Instagram Twitter

Um comentário

Deixe seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: