noivos do inverno

Os Noivos do Inverno (Christelle Dabos)

“Passar por espelhos exige enfrentar a si mesmo. É preciso ter estômago, sabe, para se olhar bem nos olhos, se ver como é, e mergulhar no próprio reflexo.” (Os Noivos do Inverno – Christelle Dabos)

 

Personagens com muito carisma, mundo bem estruturado, trama envolvente, e uma capa linda e maravilhosa que dá aquela impressão de coisa boa. Isso tudo é Os Noivos do Inverno.

Pronto, acabou a resenha, pode ir ler a próxima kkkk

Mentira, sai ainda não, vou explicar melhor.

Então, Os Noivos do Inverno é o romance de estréia da autora de origem francesa, Christelle Dabos, que teve a oportunidade de publicar seu primeiro livro após vencer um concurso que procurava por novos nomes na literatura jovem adulta. Depois de garantir sua publicação inicialmente em francês, Os Noivos do Inverno, primeiro volume da série de fantasia A Passa-Espelhos, chegou ao Brasil em 2018 pela editora Morro Branco (linda, adoro, patrocina eu!).

noivos do inverno
Capa do livro Os Noivos do Inverno (Foto Divulgação)

A história se passa em um universo pós fim do mundo. A Terra como nós a conhecemos acabou, e a população humana que deu origem à sociedade atual é descendente direta de entidades conhecidas como “Familiares”. Estes seres místicos de aspecto humano são imortais, além de serem a fonte dos poderes especiais que a humanidade desenvolveu. Como a Terra não existe mais, cada família, ou seja, descendentes de determinado Familiar, construiu sua própria sociedade dentro de sua Arca, grandes porções de terra que flutuam no ar sobre o que restou do antigo planeta (como o desenho na capa do livro).

Ophélie (lê-se “ofelí”, com acento no “i”, porque é francês), é habitante da Arca dos descendentes de Ártemis, seu Familiar, e possui a habilidade de ler o passado das coisas, ou seja, ter acesso às lembranças de seus antigos donos, no que diz respeito àqueles objetos. Mas Ophélie não é qualquer leitora. Ela é a primeira com seu dom a conseguir voltar muitas e muitas gerações no passado, podendo assim coletar informações sobre portadores que existiram em épocas muitíssimo distantes de seu tempo. Além disso, Ophélie é uma Passa-Espelhos, capaz de se locomover de um lugar para outro utilizando seu reflexo.

 

 

Apesar de ter habilidades incríveis, o jeito desastrado e introspectivo de Ophélie nunca fez com que esperassem muito dela, e a garota nunca teve grandes planos para sua vida. Parecia perfeitamente bem com isso.

 Óbvio que não podia ficar assim.

O problema começa, então, quando Ophélie é prometida em casamento a um dos filhos da família do Dragão, uma das linhagens descendentes de Farouk, Familiar da Arca dos Pólos. Além de ser forçada a um casamento indesejado, o prometido de Ophélie também não ajuda nem um pouco, pois, como a garota vai perceber, Thorn é um homem frio e calculista que possui inimigos por todos os lados. Inimigos estes que não estão nem um pouco satisfeitos com a notícia do casamento (ou suas implicações, que ficaremos sabendo no decorrer da história, mas vou adiantar que tem a ver com os poderes da Ophélie), e farão de tudo para impedir que ele aconteça. Inclusive dando um fim na vida da menina.

Ok, agora vamos ao que eu achei do livro.

Já de início simpatizei com Ophélie e esperava grandes coisas dela. Agradeço todos os dias porque a autora conseguiu cumprir todas as minhas expectativas sobre a personagem!

Lá no comecinho da história, Ophélie é apresentada com um perfil um tanto apático, dentro de sua zona de conforto. Não é um começo muito carismático, tenho que admitir. Mas é ótimo para evidenciar como, aos poucos, conforme vai enfrentando dificuldades na Arca nos Pólos, ela vai gradativamente expressando mais força emocional e firmeza de caráter, até o ponto em que eu estava aqui só aplaudindo as decisões dessa menina no final do livro.

 

noivos do inverno - Nerd Recomenda
Personagens de Os Noivos do Inverno (ilustração por Chistelle Abgrall)

 

Todos os personagens de Os Noivos do Inverno parecem ter recebido o mesmo nível de cuidado em sua construção. Conforme a história avança, mais facetas de sua personalidade vem à tona, tornando-os complexos e convincentes. Não raro percebia meus sentimentos sobre vários personagens, como Berenilde, tia de Thorn, ou Rosaline, tia de Ophélie, mudando da água para o vinho a cada tantos capítulos, pois cada nova interação me fazia conhecê-las um pouco mais e entender melhor seu jeitinho e motivações.

Preciso comentar também que, apesar de ser uma história com base no velho clichê do casamento arranjado, esse primeiro volume tem praticamente ZERO interações românticas. É realmente pra você entender que os dois não tão a fim de se casar, e não tem o menor interesse um no outro. As interações entre Ophélie e Thorn, ainda que trágicas, têm seu charminho, e conseguiram me convencer de que existe ali um potencial, nem que seja para uma daquelas amizades construídas por mútua admiração.

Os Noivos do Inverno inicia muitas questões que são propositalmente deixadas em aberto para sua sequência, Desaparecidos em Luz da Lua, lançado em 2019 aqui no Brasil.

Pessoalmente, estou ansiosa para ler o próximo (grata que minha irmã comprou e já tenho ele em casa 🙏) e descobrir como a autora vai andar com essa história que eu mal conheço e já considero pacas.

 

Classificação da Larissa (@cons.ciencialiteraria): 5 estrelas

 

LEIA TAMBÉM: Fora do Comum – Os Melhores Filmes Estranhos” – Livro destaca filmes ousados e criativos para a quarentena

 

Siga @Nerdrecomenda nas redes Sociais

Facebook | Twitter | Instagram

Um comentário

Deixe seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: