Reply

Reply 1997 | 94 | 88 – Viajando aos passados

Bem vindos aos doramas que esfregam na nossa cara o quão velhos estamos (no bom sentido)

Reply é um “grupo” de doramas coreanos, onde cada um é centrado em uma época diferente (como o próprio título indica). As histórias e temáticas abordadas são diferentes, mas todas têm a mesma base: um grupo de amigos e o dia a dia deles, enquanto isso, a história vai e volta entre o presente e o passado.

Agora, sem dar spoilers, um pouquinho sobre cada um, de acordo com os lançamentos (até para você não se perder na ordem):

1. Reply 1997

Lazy Unnie's Couch: Reply 1997 – Unbothered Unnies

A história envolve seis amigos que moram e estudam em Busan, na Coréia do Sul (pra quem já tem um pezinho nos doramas, é divertido perceber o sotaque carregado da região).

Como mencionei, a história faz alguns cortes entre o passado dos protagonistas como estudantes e o presente, onde eles se reúnem em uma festa de reencontro da turma do colegial.

Vale dizer que um dos pontos interessantes no dorama, pelo menos para mim, é o fato que eles ficam fazendo mistério sobre quem é o interesse amoroso de cada um dos integrantes desse grupinho. Ou seja, cada hora você pensa que é uma pessoa e a história é feita propositalmente para que fiquemos na dúvida várias vezes.

Mistérios à parte, a série é um mergulho nesse “final’ da década de 90, debatendo problemas tipicamente adolescentes e, de quebra, ainda nos mostra o surgimento da febre cultural do k-pop, com a ascensão das boybands da primeira geração, como o H.O.T e Sechs Kies, levando várias pessoas ao delírio.

Reply 1997 ( Answer me 1997)- Dorama. | A Garota da Vitrine

Com 16 episódios, Reply 1997 é estrelado por Jung Eun-ji, do grupo A-Pink (Sung Shi-won), Seo In-guk (Yoon Yoon-jae), Hoya, do grupo Infinite (Kang Joon-hee), Shin So-yul (Mo Yoo-jung), Eun Ji-won,  do grupo Sechs Kies (Do Hak-chan) e Lee Si-eon (Bang Sung-jae).

Ainda que o elenco consistisse em vários cantores ídolos, sem muita experiência em atuação, a série foi um sucesso com uma ótima produção e com a presença do efeito de “nostalgia” que ela causa. O último episódio chegou a bater recorde de audiência na época.

2. Reply 1994

Lazy Unnie's Couch: Reply 1994 – Unbothered Unnies

Como se pode perceber, voltamos um pouco mais no tempo e com um novo elenco (composto mais por atores mesmo), mas seguindo o esquema do grupinho de pessoas: Go Ara (Sung Na-jung), Jung Woo (“Sseureki”), Yoo Yeon-seok (“Chilbong”), Kim Sung-kyun (“Samcheonpo”), Son Ho-jun (“Haitai”), Baro, ex-membro do grupo B1A4 (“Binggeure”) e Min Do-hee (Jo Yoon-jin).

Dessa vez, a história envolve sete estudantes universitários que moram em uma pensão em Seul. A fórmula segue com um mistério central que nos deixa com a pulga atrás da orelha e as idas e vindas na linha do tempo. Diferente de Reply 97, aqui, a maioria dos personagens são apresentados só por apelidos, já que saber seus nomes pode comprometer o mistério.

Animated gif in Reply 1994 collection by CallMeTP

E se no anterior tivemos o “boom” do k-pop, aqui também conheceremos mais um pouco dessa cultura, com o surgimento do grupo Seo Taiji and Boys, da liga coreana de basquete e até de um horrível acontecimento na história do país, como o desabamento de uma loja de departamentos que deixou dezenas de mortos e feridos, em 1995.

O dorama segue acompanhando o ingresso desses jovens na vida adulta e as mudanças na Coréia do Sul e no mundo, resgatando o fator nostalgia de sua antecessora. Com 21 episódios, Reply 1994 não é uma sequência, ainda que siga o mesmo conceito dramático da anterior (eu ouso dizer que gostei até mais que de 97).

3. Reply 1988

Animated gif about gif in It's just for fun~ by Claudia TeSa

Por fim, Reply 1988 volta ainda mais no passado, para um ano histórico na Coréia do Sul, já que se trata do período em que o país recebeu os Jogos Olímpicos de verão, o que ajudou muito no crescimento econômico e na infraestrutura do país. Então, ouviremos falar muito sobre isso no dorama.

História nova, elenco novo. O foco desse dorama é o final da adolescência de um grupo de cinco amigos que cresceram juntos e vivem todos no mesmo bairro (típico bairro bem afastado do centro da cidade). Estrelado por: Lee Hye-ri (Sung Duk-seon/Sung Soo-yeon, lê-se única garota do grupo), Park Bo-gum (Choi Taek), Go Kyung-pyo (Sung Sun-woo), Ryu Jun-yeol (Kim Jung-hwan) e Lee Dong-hwi (Ryu Dong-ryong).

Assim como os antecessores, o conceito aqui é o mesmo, porém podemos notar que o universo de personagens se estendeu mais, dando maior destaque, por exemplo, aos pais desses jovens que nos outros doramas nem chegavam a aparecer direito. Isso acontece porque, diferente dos demais, Reply 1988 foca mais nas relações familiares do que no romance em si.

Sim, ainda temos o romance, o mistério dos casaizinhos, mas é bom vermos mais de perto essas relações entre os membros das famílias e seus vizinhos, já que é todo mundo “vizinho” ali.

Kore'ye Sevgiler: Reply 1988 / Answer Me 1988

Com 20 episódios, Reply 1988 recebeu várias críticas positivas e também conseguiu um recorde de audiência pela exibição do último episódio.

Como eu expliquei, a cada dorama o elenco principal muda, porém (acredite se quiser) temos dois personagens que são fixos e estão em todas as histórias. Sung Dong-il e Lee Il-hwa são o casal de atores que representam os pais da protagonista nos doramas (achou que não tinha?). Reply 97 é protagonizado pela personagem Shi-won, o 94 pela Na-jung e o 88 pela Duk-seon.

Devo dizer que a presença deles é muito reconfortante, por serem caras conhecidas no meio de muita gente nova e por carregarem a maior parte da comédia das histórias, ainda que eles também tenham alguns momentos bem tensos, os dois são as âncoras de Reply. Também rola um crossover aqui e ali para quem quer rever outros personagens.

Concluindo, eu acredito que Reply são obras para várias idades, mas admito que a nostalgia de quem cresceu naquelas épocas vai ser bem maior. Para quem não teve essa oportunidade, é uma chance de aprender um pouco mais sobre o cotidiano da era pré-internet (me senti velha agora). Todos os doramas estão disponíveis na Netflix.

LEIA: TAMBÉM: “It’s Okay Not to be Okay” – O título já diz tudo

Siga o @Nerdrecomenda nas redes sociais
Facebook | Twitter | Instagram

Um comentário

Deixe seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: