A Babá: Rainha da Morte

‘A Babá – Rainha da Morte’: Sequência estrelada por Jenna Ortega é óbvio, mas divertido

Recém lançado na Netflix, a sequência do filme A Babá (2017) dá continuidade na história do jovem Cole

No primeiro filme, o jovem que é apaixonado pela babá Bee, decide passar a noite acordado e descobre ela faz parte de um culto satânico e quer matá-lo. Mas as coisas fogem do planejado e Cole consegue escapar do perigo. Três anos após o primeiro lançamento, a Netflix lança a sequência e mostra como o jovem lida com tudo que aconteceu no passado.

Em A Babá: Rainha da Morte, Cole já está no ensino médio e é aquele típico jovem nerd excluído do grupo popular, até que, com ajuda de sua amiga de infância, ele se enturma e vai a uma festa padrão dos filmes americanos. Mas o que ele não esperava era que tudo não passava de um plano de usá-lo na mesma ceita de sangue que ele enfrentou anteriormente.

A sequência de A Babá tem o retorno de personagens importantes, entre eles Robbie Amell como Max. Com uma pegada semelhante aos filmes ‘Todo Mundo em Pânico”, o longa mistura o drama adolescente e as piadas que fizeram sucesso na produção anterior. Mas o que chama atenção é a parceria entre Cole e Phoebe, que tem as histórias conectadas por um detalhe importantíssimo na trama.

A jovem Phoebe (Jenna Ortega) ganha destaque, com seu jeito alternativo e por vezes estranho, trazendo para a produção um pouco de mistério, já que ela vai até o local da festa no intuito de visitar um local antigo. 

Dirigido por McG, o filme não é ruim, é ok. Se você assistiu ao primeiro assim que lançou, não precisa rever já que o segundo traz muitos flashbacks. E caso não tenha assistido, as lembranças de Cole conseguem explicar ao público o que aconteceu no lançamento de 2017, mas é interessante – não necessário – assistir, já que percebemos claramente que o segundo deixou a desejar.

O ponto forte do longa é o elenco, Jenna Ortega que já esteve presente no elenco de Jane The Virgin e de You. Além do protagonista, Judah Lewis (CSI: Cyber e Verão 84), e também Samara Weaving, a babá, que mesmo aparecendo pouquíssimo é importante para respondermos os porquês do filme. 

A Babá: Rainha da Morte chegou a Netflix no início de setembro e já na segunda semana no catálogo do streaming conquista um lugar no Top 10 Filmes Brasil.

Trailer A Babá: Rainha da Morte:

Leia Mais: ‘Quase Uma Rockstar’: Filme inspirado na obra de Matthew Quick é mais que um drama adolescente

Siga o @Nerdrecomenda nas redes sociais

Facebook | Twitter | Instagram

3 Comentários

Deixe seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: