Case Comigo

Nova comédia romântica “Case Comigo” relança Jennifer Lopez nos longas

Jennifer Lopez protagonizou o novo clichê da Universal Pictures, “Case Comigo”, que estreou no dia 10 de fevereiro
Case Comigo
Pôster “Case Comigo”

Case Comigo” é uma história de amor moderna sobre celebridades, casamento e redes sociais. Com J-Lo no papel da superestrela musical Kat Valdez e Owen Wilson como Charlie Gilbert, um professor de matemática — dois absolutos desconhecidos que decidem casar e só depois se conhecerem melhor —, o longa apresenta um romance improvável sobre duas pessoas diferentes à procura de algo real num mundo onde o valor é baseado em likes e seguidores.

Para os consumidores do gênero que já estão habituados com o clichê e as reviravoltas já características dele, não haverá nenhuma surpresa. Sendo assim, não espere algo diferente apenas por termos a rainha Jennifer Lopez. E o que veremos de novo então? Simplesmente a atuação de Maluma com J-Lo e novas canções da artista, já que Owen Wilson continua fazendo o papel de sempre (ou da maior parte de sua carreira).

Normalmente estamos acostumados — quando se trata do gênero comédia romântica — com atuações de adolescentes ou de adultos que se passam por adolescentes, fazendo burrices por amor e vivendo os dramas da idade, com problemas que são considerados imensos para uma garota de 15 anos resolver. Entretanto em “Case Comigo” vemos uma mulher madura, Kat Valdez (Jennifer Lopez) que decide se casar no auge de sua carreira e com milhões de fãs assistindo esse momento, além do fato da música que produziu junto ao noivo, “Marry Me”, estar subindo nas paradas.

Case Comigo
Kat Valdez (Jennifer Lopez) e Charlie Gilbert (Owen Wilson)

Talvez não seja uma ideia muito confortável saber que seu futuro marido lhe traiu com sua assistente segundos antes de subir ao palco vestida de noiva e com milhões lhe assistindo ao vivo e em diversos streamings.

Em paralelo, vemos Charlie Gilbert, o apático professor de matemática sendo arrastado para um show de uma pessoa desconhecida por sua filha Lou (Chloe Coleman) e por sua melhor amiga e colega de trabalho Parker (Sarah Silverman). Ocasionalmente, na confusão de todos os fatos ao redor, os olhos de Kat e Charlie se cruzam em meio a milhões de espectadores, então se o conhecido é decepcionante, fica a questão: por que não apostar tudo (tudo mesmo!) no desconhecido?

No caso do longa “Case Comigo” vemos que, ao invés de o menos famoso ser inserido na vida das celebridades, a celebridade decide se envolver na rotina e particularidades do cotidiano de seu parceiro. Kat passa a vivenciar a rotina de Charlie de forma contínua, a fim de conhecer melhor como é ter uma vida sem fama, holofotes e câmeras – o que não pareceu nada complicado.

O longa tem o time perfeito entre os atores-estrelas do filme, com a química e a união dos personagens apresentadas de forma coerente sem deixar a energia cair. O fato de não usarem da fórmula em que o personagem não famoso precisa se adaptar à vida da celebridade foi o contraponto bem abordado e usado na trama.

“Case Comigo” é o típico filme que aquece nossos corações, mesmo sabendo que o óbvio vai acontecer. Nos faz sorrir e até mesmo chorar, se olharmos os pequenos detalhes. É um filme que acalenta os corações apaixonados e carentes de amor e clichês da vida.


Leia também: “Chicago – O Musical” | O que esperar do espetáculo musical brasileiro


Siga @Nerdrecomenda nas redes Sociais

Facebook | Twitter | Instagram

Um comentário

Deixe seu Comentário