Cruella

“Cruella” – O live-action que explica uma das vilãs mais icônicas | Disney+

Cruella tem trilha sonora e fotografia impecáveis, além de exibir looks incríveis que caíram tão bem em Emma Stone que nos causam inveja

O longa, com aproximadamente 135 minutos de muita risada, nos explica perfeitamente como a vilã se tornou tão má e nos remete muito à loucura que vemos no personagem Coringa. E você deve estar se questionando do porque ser um filme tão longo para nos explicar a essência má de Cruella DeVille, mas te digo que, por mais longo que seja, faz total sentido ser longo.

Cruella

Somos imersos em um incrível narrativa para compreender o caos que fez Estela perceber a necessidade de se deixar de ser mulher tão perfeitinha, para se tornar alguém com tanta maldade. No papel de protagonista, Emma Stone se entregou tão bem que não vejo outra atriz em seu lugar.

As várias fases da personagem nos emergem de forma descontraída e divertida, tanto que as 2h de filme passam tão rapidamente que mal percebemos. O live-action tem a dose de seriedade misturados ao equilíbrio cômico para que não nos deixe cansados de assistir. Pode apostar que a trilha auxilia muito nessa imersão, embora este não seja um musical (mas com certeza tinha como dar certo se fosse – opinião de uma pessoa apaixonada por musicais). A trilha conta com composições de bandas como Supertramp, Bee Gees e Theclash, que se intercalam com as composições originais de Nicholas Britell.

Cruella

E se você está com o hype muito baixo para “Cruella”, posso garantir que vai se surpreender muito além do esperado. Agora se está com o hype alto, segura esse hype, até porque você pode se decepcionar não com o desenrolar da história, mas sim com a forma que é contada que acaba sendo longa e extensa. É claro, ser um live-action longo e extenso não significa que será ruim, apenas que você pode se irritar por demorar demais, caso você prefira saber logo o que vai acontecer.

O longa não deixa nenhuma ponta solta, mas o término do filme nos dá a entender que podemos esperar por uma continuação que conecte com a animação que já nos é tão conhecida. E o fato de não deixar amarras frouxas e pontas soltas fizeram com que eu me apaixonasse ainda mais por esse longa e por Emma Stone dando vida a uma das vilãs que mais amo, a Cruella.

*Texto por Carol Dias

“Cruella” – Disney+ | Trailer

Leia Também: “Amor, Casamentos e Outros Desastres” – É possível encontrar o amor diante de tantos desastres? | Califórnia Filmes

Siga @Nerdrecomenda nas redes Sociais

Facebook Instragram Twitter

Um comentário

Deixe seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: