Cuphead - Nerd Recomenda

Cuphead disponível para PS4

Agora o Cuphead está disponível para todos os consoles

No último dia 31 de julho tivemos uma agradável surpresa, quando o game Cuphead entrou na PSN. O jogo, que foi anunciado em 2017 como um exclusivo para Windows e Xbox One, ganhou nesses anos, versões para Nintendo Switch, e agora para PS. Assim, seguindo no hype de Cuphead no Playstation, resolvi re-jogar e mostrar o porquê que ele é uns dos melhores games indie já feitos.

Cuphead
Cuphead cartaz

Cuphead é um jogo no estilo Run and Gun e de plataforma, produzido pelo Studio MDHR e fundado pelos irmãos Chad e Jared Moldenhauer, sendo feito de forma independente, o que o tornou uns dos grandes títulos dentro de seu gênero. 

A ideia por trás de Cuphead é fazer uma homenagem aos cartoons dos anos 30,40 e 50. Desenhos que, apesar de serem feitos para crianças, possuíam um conteúdo com mensagens de duplo sentido e violência como vemos em algumas animações como Pica-Pau e Tom e Jerry. Cuphead pega esses elementos e com um tom de humor gráfico, consegue resgatar uma nostalgia do começo do século XX. 

Desenho

Para que o game entrasse no clima das animações produzidas na primeira metade do século XX, os desenvolvedores optaram por usar desenhos feitos a mão, ou seja, cada frame jogado é fruto de um trabalho artesanal, com bastante cor e um visual vibrante. Os personagens em Cuphead fazem referências a grandes clássicos da era de ouro das animações (período do cinema que vai de 1928 até 1960, onde foi criado os primeiros desenhos), como Betty Boop, Tom e Jerry, Popeye e Brutus, Pica Pau, Mickey Mouse, Gato Felix entres outros.

Cuphead - Nerd Recomenda

Cuphead - Nerd Recomenda

Cuphead - Nerd Recomenda

Historia

A história do jogo se passa na “Ilha Tinteiro”, onde o personagem Cuphead e seu irmão Mugman são dois garotos loucos por diversão, tomando atitudes sem pensar nas consequências. Eles vivem com um ancião da ilha, o Velho Chaleira. Contra os avisos do ancião, os irmãos entram no Cassino do Diabo e começam a jogar dados.

No início, eles  vencem e ganham a confiança, com muitas vitórias no cassino, do próprio diabo que oferece para que eles aumentassem as apostas. Se Cuphead e Mugman ganhassem mais uma rodada, eles receberiam todo o dinheiro do cassino, caso não vencessem, o diabo levaria suas almas. Cuphead perde no jogo de dados, fazendo com que ele e o irmão implorassem por misericórdia.

Cuphead - Nerd Recomenda

O Diabo então faz um acordo com eles: coletar os “contratos de alma”, que significam sua posse das almas de seus devedores fugitivos até a meia-noite do dia seguinte, deixando que Cuphead e Mugman fiquem com suas almas. Os irmão visitam o Velho Chaleira, que lhes dá uma poção que os permitem disparar rajadas de seus dedos para ajudar em sua busca, mas também os adverte que os devedores podem mudar para coisas diferentes na tentativa de detê-los.

Com isso, se inicia a viagem dos irmãos pela Ilhas Tinteiro, lutando contra os moradores que perderam suas almas para o Diabo, a fim de obter seus contratos.

O roteiro não é tão infantil quanto o visual, mas esse é toque sutil de Cuphead, pois as animações do começo do século XX seguem a mesma linha. Traços redondos e coloridos, mas com conteúdo violento e, às vezes, sexualizado.

Trilha sonora

Outra forma de imersão em Cuphead é sua trilha sonora, que usa e abusa do Jazz, composta por Kristofer Maddigan. São 56 faixas ao todo, transitando entre temas de jazz tradicional, swing, ragtime, e até mesmo samba, em sua maioria instrumental. 

 

Jogabilidade

A jogabilidade em Cuphead é incrível, fazendo um excelente trabalho de Run and Gun. Agora a homenagem de Cuphead vai para os jogos dos anos de 1990, onde o gênero chegou em seu auge. A mecânica é simples, onde você anda para frente e para trás, pula e atira, com algumas variações de disparo. Apertando triângulo, Cuphead faz um parry para frente. As referências usadas na jogabilidade são games como Metal Slug, Contra, Mega Man, só para citar alguns Run and Gun famosos na era 16 bit dos jogos.

 A duração de Cuphead é de apenas algumas horas, mas devido  a sua dificuldade, o jogador vai morrer diversas vezes até ele aprender e decorar os movimentos do cenário, mais uma vez remetendo aos games arcade, dos anos 1980 e 90. Então se prepare, porque esse não é um jogo fácil, mas se gostar de um desafio, você tem grandes chances de adorar esse game.

Cuphead chegou para o PS4 depois de 3 anos de lançamento, então se você é dono de Playstation, aproveite a oportunidade para jogar uns dos melhores games indie já produzidos.

Leia Também: Fall Guys- Ultimate Knockout- O colorido e estressante jogo

Siga @Nerdrecomenda nas redes Sociais

Facebook | Twitter | Instagram

Deixe seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: