A Lenda do Lago

“Cursed: A Lenda do Lago” | Roteiro demorado e nada claro, série embaraçosa e conflituosa

Cursed: A Lenda do Lago foi inspirada no livro homônimo de Tom Wheeler e Frank Miller, que também estão envolvidos na versão audiovisual.

A Netflix não se cansa de produzir conteúdos cheios de magias, fantasias e com um toque de contos medievais. Dessa vez sua aposta foi para a nova série lançada na sexta, dia 17 de julho no streaming: “Cursed: A Lenda do Lago”

Cursed: A Lenda do Lago

Em resumo, Cursed: A Lenda do Lago conta a história de Nimue (Katherine Langford), uma jovem heroína que possui o misterioso, porém trágico, poder de se transformar na Dama do Lago. Na companhia de Arthur, ela embarca em uma aventura à procura do mago Merlim e da espada sagrada.

Cursed: A Lenda do Lago

A aposta da vez foi pela lenda do Rei Arthur, apostando em atores bem desenvoltos e cenas marcantes de batalhas. No papel principal temos a Katherine Langford (13 Reasons Why) fazendo, como conhecida na lenda inglesa, a Dama do Lago  – Nimue, e Gustaf Skarsgård dando vida ao Merlin. Como Rei Arthur temos o ator Devon Terrell. Pode-se dizer que estes não são apenas nomes de peso para a série, eles souberam entregar um bom personagem e aguentaram toda carga dramática esperada destes papéis. 

Em termos de roteirização não ficou nada muito claro e contínuo, pareceu muito que estavam brincando com os primeiros episódios, o que deixou um pouco confuso e sem nexo. Após os 4 primeiros episódios é que, então, as coisas parecem entrar nos trilhos e ficam mais coerentes. 

A Lenda do Lago
2020.Credito: Netflix/Divulgação | Cena da série Cursed – A lenda do lago da Netflix.

Ao longo da temporada, por mais embaraçada que a história seja, conseguimos ver o início de uma guerra incessante contra Nimue e a força Feérica, mostrando seus conflitos e nos apresentando a trama que nos induz a uma 2ª temporada. Cursed: A Lenda do Lado transita por uma mistura de coisas que já deram certo no streaming da Netflix, fazendo com que fiquemos envolvidos em algo que nem é tão interessante assim. 

 

Ao final da temporada temos muitas questões em aberto como, por exemplo, qual será o destino de Nimue que termina a temporada ferida? Nas últimas cenas, Merlin finalmente demonstra seu poder de forma clara e objetiva para salvar Nimue, dando a deixa de que Arthur finalmente será líder. Além de ser revelado para nós quem na verdade é O Monge Chorão.

 

 

Leia Também: Euphoria – Porque não é só mais uma série adolescente

Siga @Nerdrecomenda nas redes Sociais
Facebook | Twitter | Instagram

Deixe seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: