farsa de guinevere

A Farsa de Guinevere (Kiersten White)

A Rainhas das Trevas usa suas garras para escalar as trevas que saem gritando atrás dela, as trevas que querem engolir o que restou dela. Sente algo que não sentia desde que o usurpador levantou aquela maldita espada. A Rainha das Trevas está com medo. Que coisa é essa que Arthur trouxe para dentro do castelo?” (A Farsa de Guinevere – Kiersten White)

 

Se você gosta da lenda do Rei Arthur, você simplesmente PRECISA ler As Novas Lendas de Camelot, nova série da autora Kiersten White, baseada no clássico conto medieval do garoto que retirou a espada mágica Excalibur de uma pedra, se tornando rei da Britânia.

E se você não gosta da lenda de Arthur… leia também, porque eu vou te explicar tudo o que essa história tem de diferente (e talvez mais legal?) do que o original.

 

farsa de guinevere
Capa nacional de A Farsa de Guinevere, lançado pela editora Plataforma 21

Em A Farsa de Guinevere, primeiro livro da saga, descobrimos que, dessa vez, ao invés de acompanhar a história de Arthur através de olhos masculinos, teremos uma versão contada pela própria Guinevere, princesa de um reino distante, escolhida para tornar-se a esposa do carismático Rei de Camelot.

 

Mas tem um probleminha. É que essa Guinevere… bem… não é a Guinevere.

Mas como assim???

 

Isso mesmo que você leu. Nesta versão, a verdadeira Guinevere, prometida de Arthur, morreu, nunca chegando a completar sua viagem até Camelot. É aí então que Merlim começou a mexer seus pauzinhos mágicos: após sofrerem inúmeras baixas nas mãos da Rainha das Trevas, a magia foi banida definitivamente de Camelot, e o próprio Merlim foi obrigado a deixar a cidade e Arthur para trás, magicamente desprotegidos.

 

Então, aproveitando-se da brecha da morte de Guinevere, Merlim coloca em seu lugar uma misteriosa garota que possui pouquíssimas lembranças de seu passado, mas que foi devidamente treinada pelo feiticeiro para proteger Arthur e seu Reino das ameaças sombrias que ameaçam retornar.

 

E gente, podemos parar um segundo para dizer o quanto eu ADORO as personagens femininas escritas pela Kiersten White?

 

Nossa Guinevere é uma garota que, embora bastante confusa a respeito de sua identidade e seu papel nos planos de Merlin, ainda consegue ser uma jovem com incrível inteligência emocional, esperteza e com atitude. Estar dentro da mente dela foi uma experiência super imersiva e divertida!

Sem falar que perceber as modificações realizadas pela autora, comparando com o original, são bem boladas e se encaixam perfeitamente nesse universo novo (estou olhando pra você, Lancelot!!).

Alguns podem dizer que o primeiro terço de A Farsa de Guinevere é um pouco lento. A chegada em Camelot e a apresentação dos personagens pode sim demorar um pouco. O que não foi nenhum empecilho pra  mim, que entrei de cabeça nessa história com um positivismo enorme. Sabendo disso, sugiro que você leia e tire suas próprias conclusões a respeito desse assunto.

A Farsa de Guinevere é apenas o primeiro livro de uma série que promete sistemas mágicos inovadores, lutas de espadas, jogos de poder entre reinos, muita cavalaria… e onde está a távola redonda? Estou ansiosamente esperando por ela no segundo volume, que inclusive, já foi lançado fora do Brasil com o título de The Camelot Betrayal (A Traição de Camelot).

 

Classificação da Larissa (@cons.ciencialiteraria): 5 estrelas

 

 

LEIA TAMBÉM: Pixar Fest com estreia de Os Incríveis 2 no Disney XD

 

Siga o @Nerdrecomenda nas redes sociais

Facebook | Twitter | Instagram

2 Comentários

Deixe seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: