Havaianas

Quebrando a quarta parede, Havaianas conecta personagens Netflix à vida real em campanha #EscuteMinhaVoz

Com narrativas sobre as experiências de mulheres da vida real, movimento da Havaianas reforça a garra e persistência feminina durante o mês da mulher

Mesmo entre reinos antigos e mundos invertidos uma coisa é certa: as vozes das mulheres ecoam, representando toda a sua força e verdade. E para celebrar essas vozes, Havaianas e Netflix contam as histórias de quatro mulheres da vida real que, inspiradas por personagens do universo do streaming, tornaram suas relações consigo mesmas e com o mundo ainda mais verdadeira.

“Havaianas é uma marca global, democrática, alegre e acessível, que tem no seu DNA a importância de valorizar histórias reais e potencializá-las. Muitas pessoas nos inspiram ao longo da vida, de personagens de filmes e séries a familiares e pessoas desconhecidas. Por isso, nosso objetivo ao lançar esse movimento é ampliar a voz dessas mulheres tão potentes e fazer o convite para que outras mulheres façam o mesmo “, afirma Maria Fernanda Albuquerque, Diretora de Comunicação Global de Havaianas.

Com o intuito de fazer com que mais pessoas ouçam essas histórias, o movimento #EscuteMinhaVoz retrata como as histórias de Eleven (Stranger Things), Maeve (Sex Education), Yennefer (The Witch) e Nairobi (La Casa de Papel) conseguem se repetir fora das telas. Para isso, Sun Cordeiro, Joyce Carolina, Carolinne Assis e Ariane Anselmo contam como elas se identificam com as personagens e o que as impulsionam a acreditar em si mesmas e seguir em frente.

Sun, que se define como uma sobrevivente resiliente, encontrou em Eleven, de Stranger Things, características que se assemelham a sua trajetória, como a superação de obstáculos a partir de sua crença em si mesma. Já Joyce, assim como Yennefer, de The Witcher, descobriu sua força e sua beleza pela coragem em ser verdadeira com quem se é, independente dos julgamentos externos.

Caroline se identifica com Nairobi, de La Casa de Papel, pela sua empatia, sensibilidade e força, no momento em que precisou assumir as rédeas da sua história para se tornar quem é. Ariane, assim como Maeve em Sex Education, quebra os estereótipos do que é ser mulher, sendo uma “princesa de si mesma”, sem deixar de lado suas vontades ou seguir padrões.

Acompanhe ao filme Havaianas:

A nova coleção Havaianas x Netflix pode ser encontrada no Brasil, em toda a América Latina, nos Estados Unidos, na Europa e na Índia, tanto nas lojas físicas quanto na Digital Flagship Store da marca, com tamanhos que variam de 33/34 a 45/46.

*Texto por Caroline Dias


Leia Também: TV Cultura lança série sobre os 15 anos do Prelúdio

Siga @Nerdrecomenda nas Redes Sociais
Facebook Instragram Twitter

Deixe seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: