Jogador Número Um

Jogador Número Um e Jogador Número Dois, de Ernest Cline

Intrínseca relança o sucesso Jogador Número Um e traz ao Brasil a sequência inédita, Jogador Número Dois, em edições de luxo

Fã de carteirinha da cultura pop da década de 1980, Ernest Cline usou todo o seu conhecimento no assunto para criar o universo nostálgico e futurista de Jogador Número Um. Lançado em 2011, o livro rapidamente se tornou um best-seller mundial, ganhou diversos prêmios e foi adaptado para o cinema com direção de Steven Spielberg e roteiro do próprio autor.

Repleto de referências aos jogos clássicos de videogame, a história se passa em um futuro distópico, no qual as pessoas usam a realidade virtual da plataforma OASIS para fugir do lugar terrível que o mundo real se tornou. Com uma narrativa envolvente, Jogador Número Um conquistou milhares de fãs, que aguardavam ansiosamente a continuação da saga. Agora, a espera chegou ao fim, com o lançamento simultâneo dos dois volumes da série em edições de luxo, com capa dura, projeto gráfico diferenciado, fitilho e pintura trilateral.

Jogador Número Um
JOGADOR NÚMERO DOIS | Tradução: Flora Pinheiro e Giu Alonso Páginas: 416 Livro impresso: R$ 69,90 E-BOOK: R$ 46,90
Jogador Número Um
JOGADOR NÚMERO UM | Tradução: Giu Alonso Páginas: 432 Livro impresso: R$ 69,90 E-BOOK: R$ 46,90

Em 2045, o mundo é um lugar terrível e, para aguentá-lo, as pessoas se refugiam em uma realidade virtual chamada OASIS, onde podem ser o que quiserem e viver aventuras fantásticas. Mas agora esse universo está em risco devido à Caçada, um concurso que James Halliday, o excêntrico criador do OASIS, formulou para definir quem herdaria sua fortuna e o controle da plataforma. 

Como milhões de usuários, o adolescente Wade Watts entra na disputa e passa a estudar obsessivamente os anos 1980 — que inspiraram o concurso —, mas funcionários de uma perigosa corporação também entram na disputa, dispostos a tudo pela vitória.

Anos se passam sem que ninguém consiga desvendar a primeira pista. Até que o nome de Wade aparece no placar. De repente, o mundo inteiro está assistindo, e novos rivais o alcançam. Aos poucos, fica claro para o garoto que a competição virtual tem riscos muito reais. E a única forma de sobreviver e salvar o OASIS é ganhando.

Após o fim da Caçada, Wade Watts faz uma descoberta bombástica: o criador do OASIS deixou para trás uma tecnologia capaz de alterar a natureza da existência humana — e talvez piorar ainda mais as coisas. Chamado de Interface Neural OASIS, ou INO, o dispositivo permite que o usuário use os cinco sentidos na realidade virtual e controle seu avatar usando apenas o pensamento. Ou seja, a INO torna o OASIS mais viciante e perigoso do que nunca.

Começa assim uma nova missão: a caça ao último Easter egg deixado por James Halliday. Ao longo dessa jornada, Wade e seus aliados se deparam com um inimigo poderoso, disposto a matar milhões para conseguir o que quer. A vida de Wade e o futuro do OASIS estão em risco outra vez, mas a humanidade pode ser a principal vítima dessa guerra cada vez mais real. Com uma narrativa criativa e eletrizante, Jogador Número Dois dá continuidade ao legado de sucesso de seu antecessor e lança os fãs novamente em uma aventura futurista e surpreendente.

Jogador Número Um
ERNEST CLINE (Foto: Dan Winters)

“Uma mistura de A fantástica fábrica de chocolate e Matrix.”
─ USA Today
 “A saga geek escrita por Ernest Cline é magnífica, leve e empolgante.”
─ Booklist
“Cline usa sua inteligência e criatividade para construir uma narrativa perfeitamente acessível.” ─ The New York Times

ERNEST CLINE é escritor, roteirista, pai e geek em tempo integral. Autor de Armada e dos best-sellers Jogador Número Um — adaptado para o cinema por Steven Spielberg, com roteiro de Cline — e Jogador Número Dois, seus livros foram publicados em mais de cinquenta países, destacando-se nas listas de mais vendidos em todo o mundo. Ele mora em Austin, no Texas, com a família, um DeLorean máquina do tempo e uma grande coleção de videogames clássicos. (Foto: Dan Winters)

LEIA TAMBÉM: Físico ou Digital: O Ato de Colecionar e a Preservação da Mídia Física


Siga @Nerdrecomenda nas redes Sociais

Facebook | Twitter | Instagram

Deixe seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: