intolerância - Nerd Recomenda

Kurbaan e a intolerância ao próximo

Olhar o seu lado no contexto da violência e intolerância em um contexto global pode ser muito difícil

 

Lançado em 2009, o filme hindi Kurbaan promete ser uma experiência surpreendente para um fim de noite. Tratando da intolerância religiosa sobre pessoas do Oriente Médio, a trama  ganha a atenção por levantar um questionamento sobre os dois lados do terrorismo no mundo.

O filme inicia com a professora universitária Avantika (Kareena Kapoor), que conhece Khalid (Saif Ali), seu colega de trabalho. Os dois engatam um romance até que decidem se mudar para Nova Iorque por causa de um cargo em uma instituição de ensino local que Khalid recebeu. Em seu novo endereço, Avantika percebe a intolerância que seus vizinhos muçulmanos sofrem. Depois começa a estranhar alguns movimentos e ações que praticam.

A partir do desaparecimento de sua vizinha muçulmana, seguido por um comportamento natural dos outros vizinhos, Avantika começa a ficar assustada e contata um repórter para ajuda-lá a descobrir o que está acontecendo. 

intolerância - Nerd Recomenda
Avantika percebe a intolerância que sofre ao se mudar para Nova Iorque. Créditos: Dharma Productions/ Divulgação

Esse com certeza foi um filme que me surpreendeu muito. O primeiro contato que tive com ele foi de um trecho no qual Khalid leciona sobre o Islã para uma sala cheia de americanos, mostrando o que essa religião pregava. Até que uma de suas alunas o questiona do porquê ataques terroristas acontecem tanto no território do Oriente Médio, região em que a maioria segue o Islã. Um dos presentes na sala então argumenta,  jogando a ideia da aluna contra ela mesma, até que a confronta comparando números de mortos em ataques nos Estados Unidos com os de países como Afeganistão e Iraque, demonstrando como a intolerância religiosa é uma ideia colocada em nosso imaginário através do consumo de informações selecionadas, que nos fazem pensar assim. 

Outro ponto que chama a atenção para a produção é a maneira como sua narrativa foi montada. Logo no início, o filme aparenta ser um romance, com cenas calmas, e vai se desenvolvendo como um drama, com a apresentação da história dos personagens secundários e os motivos que os levaram até aquele ponto. No final, somo apresentados a um suspense cheio de mistérios e segredos envolvendo as pessoas do bairro de Avantika e Khalid.

Kurbaan nos mostra uma nova perspectiva sobre a discussão de ataques terroristas, saindo da visão americana para mostrar o outro lado, do Oriente Médio, sob a perspectiva de ser um estrangeiro em ambientes que não os veem como cidadãos. Onde a intolerância cria uma barreira que impede a aproximação entre diferentes povos.

Essa produção permite refletir quais são as barreiras que criamos em nossas mentes que nos colocam como diferentes de outras pessoas apenas por seguirem outros costumes.

Leia Também: O Dia de Amanhã estreia no começo de junho

 

Siga @Nerdrecomenda nas redes Sociais

Facebook | Twitter | Instagram

Um comentário

Deixe seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: