O Golpista do Tinder

O Golpista do Tinder – Deslize para o lado para cair na farsa

Passeios românticos, festas extravagantes e uma carteira cheia de mentiras (deu match)

O Golpista do Tinder (The Tinder Swindler, no original) é um filme documentário sobre casos reais e narrados por três, dentre as dezenas de vítimas de um vigarista, que se passava por milionário para atrair as moças, se envolver e depois aplicar seus golpes, levando todo o dinheiro das vítimas.

Aviso: Podemos considerar como spoilers o texto abaixo, já que comentarei sobre os casos e seus desdobramentos. Ainda assim, mesmo sabendo do conteúdo em sua totalidade, eu acredito que a experiência de assistir ao filme ainda é impactante pelos detalhes e sensações que não podem ser descritas aqui.

Começarei já jogando as cartas na mesa. Quem é o sujeito?

Simon Leviev é um golpista israelense profissional, condenado por roubo, falsificação e fraude. O homem fingia ser filho de Lev Avnerovich Leviev, um empresário israelense conhecido como “O Rei dos Diamantes” para justificar seu estilo de vida caro e a periculosidade que sua profissão lhe trazia.

O Golpista do Tinder

Ele saia com mais de uma mulher e seus golpes funcionavam como um esquema de pirâmide. Simon entrava na vida da mulher e, mais ou menos depois de um mês de namoro, ele entrava em contato com ela, desesperado, dizendo que haviam pessoas o perseguindo, por conta dos negócios e que ele não podia mais usar seus cartões de crédito e precisava de dinheiro com urgência.

A vítima, preocupada, acabava acatando, emprestando grandes quantias de dinheiro, com a promessa de que logo mais ele seria devolvido. Esse dia não chegava e Simon continuava pedindo mais dinheiro. Era sempre um novo problema que surgia, alguém o perseguindo, o banco que não depositava o dinheiro… mentiras atrás de mentiras, e a vítima com as dívidas. Enquanto isso, essa grande quantidade de dinheiro da vítima era gasto com outra mulher, também sendo enganada na farsa de Simon.

Esse é basicamente o “modus operandi” dele. No documentário, a primeira vítima a narrar, Cecile Fjellhøy, compartilha que ela logo no começo do relacionamento, ele a levou para jantar num jatinho, ela já conheceu a família dele, tudo muito romântico. Ele falava sonhar num futuro para os dois, queria construir uma família com ela e até a convenceu a dar entrada em um apartamento luxuoso, para que eles começassem a morar juntos.

Quando ele começou a pedir dinheiro, ela mandou um cartão no nome dela, que logo foi estourado. Com o tempo, Cecile chegou a pedir empréstimos em 9 bancos diferentes. Simon até a colocou como uma funcionária “fantasma” em sua empresa, para que seu limite de crédito pudesse aumentar.

Para ter uma ideia, ela só descobriu a farsa através dos próprios funcionários do cartão de crédito, que foram na casa dela e viram uma foto de Simon. Eles reconheceram o homem e contaram que ela não era a primeira vítima dele.

A segunda vítima, Pernilla Sjoholm, começa a se relacionar com Simon como amiga, se impressionando com a generosidade dele, que sempre bancava tudo (com o dinheiro de Cecile). Eles nunca foram mais que amigos, mas também frequentavam várias festas, viajavam bastante, etc. Pernilla também não escapou do golpe, começando a emprestar dinheiro a Simon, sem recebe-lo de volta.

A perda dela só não foi maior porque Cecile encontrou o nome dela, entre as várias compras com seu cartão e entrou em contato, revelando a verdade.

Desmascarando a farsa

Cecile, que ainda sofria psicologicamente e financeiramente com a situação, tomou a decisão de levar toda sua história para um grande jornal norueguês, mesmo tendo de expor toda sua intimidade. O jornal comprou a história e investigou até as origens de Simon que, originalmente, se chamava Shimon Yehuda Hayut e era procurado em Israel.

A história foi publicada e replicada em vários países, e várias outras vítimas foram aparecendo, inclusive, Ayleen Charlotte, a última convidada a narrar sua história no documentário. Mas a história dela eu não contarei porque teve um decorrer um pouco diferente das demais, com um gostinho doce de vingança (terá que assistir).

Considerações (com spoiler do final)

O Golpista do Tinder

O documentário não traz um crime “inédito”, esse tipo de ocorrência é, infelizmente, bem comum no mundo da internet. O que ele traz, na minha opinião é um tapa na nossa cara, nos deixando indignados (para não usar a palavra com P) com um homem miserável que comete diversos crimes, PROVADOS, e segue livre.

Sim, o golpista do Tinder está livre, leve e solto, vivendo sua vida de luxo e namorando uma modelo israelense. E ainda alega que está sendo difamado por todo mundo e que vai processar a Netflix. Ele, inclusive, foi convidado a participar do documentário (Netflix, a senhora é afrontosa, eu gosto).

O pior de tudo é que ele foi preso, ele recebeu uma sentença absurda de 1 ano e 3 meses (apenas), do qual só cumpriu 5 meses, sendo solto. Além disso, só recentemente, com o lançamento do documentário, seu perfil foi banido pelo Tinder. Enquanto isso, as vítimas seguem pagando as dívidas causadas pelo “rei das farsas”. Quantas mais vítimas passarão por isso, até que tenhamos leis mais firmes? Até que a justiça reconheça a real gravidade desses crimes e uma polícia melhor treinada para lidar com isso?

E não vamos esquecer de quando o caso da Cecile foi publicado no jornal, a quantidade absurda de mensagens odiosas, de pessoas culpando as vítimas, falando que elas mereceram por serem interesseiras… só o esgoto da internet. Felizmente, ainda temos, também, as pessoas que tomam a frente para defender as vítimas e trazer o conforto que elas precisam, como com Cecile.

No tudo, além de divulgar a cara o sem vergonha pelo mundo, o documentário também mostra que devemos ter cuidado com as conexões que fazemos pela rede, e pessoalmente também, para não sermos nós, a próxima vítima de um outro Simon qualquer que te promete o mundo, mas te deixa com migalhas.

O Golpista do Tinder está disponível na Netflix e, apesar de não ter um final feliz, é realmente um filme impactante.

Por: Letícia Vargas

Referências: https://en.wikipedia.org/wiki/Simon_Leviev


LEIA TAMBÉM: Como Se Tornar um Tirano – O passo a passo do nascimento de um monstro


Siga @Nerdrecomenda nas redes Sociais

Facebook Instragram Twitter

2 Comentários

Deixe seu Comentário