Toy Boy

TOY BOY: SÉRIE ELITE VERSÃO ADULTIZADA?

Em 28 de fevereiro estreou no catálogo Netflix a série espanhola “Toy Boy” que, por sua vez, não precisou de muita divulgação do streaming para causar alarde em seus consumidores, tendo em vista seu trailer ou imagem de divulgação. 

Resumindo: Toy Boy tem sua trama focada em Hugo (Jesús Mosquera), um stripper que foi acusado de assassinar o marido de sua amante, Macarena (Cristina Castaño). Após sair da prisão, o rapaz vai em busca de vingança e da verdade sobre o caso antes que, sob outro julgamento, ele tenha receba sua sentença final e passe o resto de sua vida na cadeia.

Assim como Elite, segue na mesma narrativa, porém com um clima 100% adulto, cenas picantes e cenários mais quentes, o que faz sua classificação indicativa seja +18. Tinha tudo para dar certo, mas a narrativa peca nas decisões dos roteiristas Juan Carlos Cueto e Rocío Martínez, que resolveram criar algumas subtramas, que são trabalhadas de forma superficial e acabam por serem pontos soltos na história, e consequentemente nos fazendo questionar em qual direção precisamos ir.

Toy Boy
Toy Boy | Maria Pedraza, Jesús Mosquera e Cristina Castaño

O elenco conta com atores muito esforçados. Os papéis estão bem interpretados, apesar de alguns deslizes visíveis, mas não é algo muito incômodo. O destaque, tão óbvio, vai para Jesús Mosquera, que nunca tinha atuado e conseguiu entregar para a trama um Hugo envolvente e sedutor. Porém, também é preciso falar de Maria Pedraza, que deu vida à Marina em Elite. Já bem familiarizada com o estilo de narrativa da série, ela surpreendeu com uma personagem carismática e interessante, ao contrário de seus outros trabalhos. 

E mesmo tendo a mesma pegada de Elite, a série Toy Boy é lenta, os fatos e acontecimentos são demorados e por ter uma narrativa sempre com fatos isolados em ações conjuntas, faz com que a temporada seja longa e com muitos episódios (são 13 no total). Existem episódios que o assunto decola e fica cheio de ação e acontecimentos surpreendentes, mas em outros ficam lentos e enrolados. Levam a eternidade para terminar. 

Acompanhe o trailer de “Toy Boy”:

O término da série nos dá a entender que sim, pode haver uma 2ª temporada, mas que eu – Caroline Dias – não faria questão nenhuma.

Me diz, o que você achou de Toy Boy?

 

LEIA TAMBÉM: Terremoto – mas foi só isso?

 

Siga @Nerdrecomenda nas redes Sociais

Facebook | Twitter | Instagram

Um comentário

Deixe seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: