Doctor Who

Doctor Who: Perigo e altas aventuras da viagem no tempo e espaço

Doctor Who e sua engenhosa forma de renovar a série. (Podem conter possíveis spoilers)

Doctor Who
Doctor Who | Foto: Divulgação

Após ir ao ar através do canal BBC nos meados dos anos 60 a série britânica, Doctor Who, tinha tudo para ser apenas mais um show tradicional para acompanhar o chá da tarde do povo inglês. Porém, o sucesso estrondoso da história do alien capaz de viajar no tempo espaço conseguiu ir mais longe do que o esperado.

Doctor é um personagem intrigante, de várias faces e de uma personalidade fenomenal, que vive aventuras inimagináveis com seus companions, que podem ser terráqueos ou não.

Após a sua primeira temporada, o ator que dá vida ao personagem principal precisou se afastar da série fazendo com que a equipe precisasse decidir entre cancelá-la ou encontrar um meio para renová-la. E assim foi feito, o alienígena mais querido da Inglaterra, e muito provavelmente de toda Europa, ganhou uma habilidade especial, a de se regenerar em seu momento de quase morte. “Mesmo homem, diferente faces”. Este fato levou a série ao seu auge, tendo mais de 8 Doctors em sua primeira versão, sendo cancelada apenas em 1989.

Em 2005 o mundo vibrou com o retorno da trama mais viciante de todos os tempos, sendo liderada por Christopher Eccleston como o 9° Doctor e Rose Tyler como sua companion, que viajam em sua nave chamada Tardis (maior por dentro do que por fora) .

Juntos eles vivem momentos divertidos e dramáticos, visitam lugares no universo, conhecem o passado e viajam até o fim do planeta Terra, conhecem aliens de vários lugares e protagonizam romances impossíveis. Os outros Doctors, interpretados por David Tennant, Matt Smith, Peter Capaldi e Jodie Whittaker, terão um papel importante para que você conheça a história do Senhor do Tempo.

Ao longo de suas temporadas, Doctor Who não nos decepciona, a cada partida, cada chegada, cada plot twist de tirar o folêgo, cada vilão inovador e remake dos vilões passados, mas uma coisa podem ter certeza, cada personagem carrega uma história emocionante, cada evento tem sua importância, e cada Doctor tem um motivo.

O tempo e espaço se torna tão frágil quando o fim parece próximo, mas não se espantem, a série está na sua 13ª temporada e ainda haverá mais por vir.

*Texto por Thuanne Ramos

Leia também: High Fidelity: a perspectiva feminina e musical de Rob

Siga @Nerdrecomenda nas redes Sociais

Facebook | Twitter | Instagram

Deixe seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: