Libelu - Abaixo a Ditadura

“Libelu – Abaixo a Ditadura”: documentário sobre movimento estudantil é aula de história

O documentário que conta a trajetória do grupo estudantil Liberdade e Luta estreou nesta quinta-feira (13)

Libelu – Abaixo a Ditadura”, documentário dirigido pelo cineasta Diógenes Muniz, é uma reconstituição da história brasileira, para ser mais exata, dos tempos da ditadura.

Além da história Brasil, o documentário conta a história do grupo estudantil Liberdade e Luta, o Libelu, que em cenas de manifestações aparecem gritando  “abaixo a ditadura”, e vem daí o nome do lançamento.

A produção conta com depoimentos de jornalistas, professores e assessores políticos, que detalham o que aconteceu naquela época. O longa pode ser considerado como uma aula de história, com um conteúdo rico em pesquisas e de temas diversos, incluindo a semana de 22, também conhecido como a Semana da Arte Moderna, é possível entender o que houve naqueles anos.

Libelu - Abaixo a Ditadura
Encontro Movimento Estudantil | Foto: Arquivo Jornal O Trabalho

Se é um objeto perfeito para aprender o que aconteceu no passado de nosso país, isso quer dizer que as cenas e os depoimentos trazem informações tão relevantes que não podem deixar de serem assistidas.

Assim, “Libelu – Abaixo a Ditadura” contém cenas daquele período em que jovens estudantes manifestando, lutando por seus direitos e até abordando pessoas em um ônibus em movimento, no intuito de entregar panfletos. 

Vencedor na categoria melhor documentário nacional do Festival É Tudo Verdade em 2020, o documentário foi gravado na sede da FAU-USP (Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP). É por conta deste cenário e do conteúdo que o roteiro entrega que nos sentimos dentro de uma aula de história, é como mergulhar em uma sala de aula ouvindo relatos de coisas que realmente aconteceram.

Libelu, criado em 1976, foi um grupo de extrema importância para história brasileira, foi um movimento integrado por nomes como o cientista político Demétrio Magnoli, o ex-ministro Antônio Palocci e o jornalista Reinaldo Azevedo.

O documentário mostra que não só de ditadura os jovens se ocupavam, mas também de festas e música, principalmente rock. Isso, Diógenes retrata bem no seu documentário, trazendo um lado social e o individual de cada um.

“Libelu – Abaixo a Ditadura” chegou aos cinemas nesta quinta-feira (13). No entanto, quem optar por permanecer em casa devido à pandemia poderá prestigiar a produção de onde estiver. A partir do dia 27 de maio, o longa estará disponível no NOW, Vivo Play, Oi Play, Google Play, iTunes, Apple TV.

Confira o trailer de “Libelu – Abaixo a Ditadura”:

Leia Mais: Encontro Movimento Estudantil Foto: Arquivo Jornal O Trabalho

Siga @Nerdrecomenda nas redes Sociais

Facebook Instragram Twitter

3 Comentários

Deixe seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: