Pai em Dobro

“Pai em Dobro” – Como seria ter 2 pais e não saber quem é o verdadeiro? | Netflix

Longa “Pai em Dobro” estreia nesta sexta (15/01). Tem produção da Netflix e a pitada nacional de amor e paternidade
Netflix em janeiro: "Pai em Dobro", série das "Winx" e as novidades da  plataforma - Purebreak
Crédito: Divulgação

Se pudesse ter dois pais, mas com a incerteza de qual deles ser o verdadeiro, você se daria ao benefício da dúvida? Ficaria chateado(a) caso sua mãe escondesse a verdade por 18 anos?

O novo longa de comédia dramática da Netflix “Pai em Dobro” retrata uma jovem de 18 anos que mora com sua mãe em uma aldeia hippie, aproveitando a viagem de sua mãe para Índia, Vicenza (Maísa) vai em busca do maior mistério de sua vida: quem é seu pai?

Pai em Dobro

No decorrer do filme notamos que a cidade “padrão” é o eixo Rio de Janeiro e Niterói, além de falar sobre algo que todos sentiremos falta neste ano – o Carnaval. Em sua jornada Vicenza conhece tudo o que não está acostumada a viver em um comunidade hippie, como comer hambúrguer, tomar refrigerante ou mexer em celular – mesmo que tenha na comunidade.

O encontro com o 1º suposto pai, Paco (Eduardo Moscovis), apresenta um artista que – assim como ela – está com bloqueio criativo e sem motivações para continuar a fazer suas pinturas. Logo depois, encontra com Geovanne (Marcelo Médici), seu 2º suposto pai, dono de um banco e com muito, porém muito caseiro e bem receptivo, apesar de parecer muito ocupado com seu trabalho.

Baseado no livro de Thalita Rebouças, que prometeu dois longas para 2021 na Netflix, “Pai em Dobro” é bem genérico e se sustenta na base do que já podemos esperar de uma comédia dramática adolescente que busca algo para tentar suprir alguma falta de infância e que precisa de uma resposta que poderá ou não mudar sua vida, já que Vicenza poderá ou não encontrar seu verdadeiro pai.

Pai em Dobro

Ambientado num ambiente caloroso e cheio de muitas cachoeiras nos leva a acreditar que os personagens são muito calmos e que gostam bastante de estar em paz consigo mesmo, desde a relação entre mãe e filha – por viverem na comunidade hippie – até aos possíveis pais que não parecem ter um surto a altura por descobrirem que podem ser pai de uma adolescente recém chegada a fase adulta que aguardou o momento oportuno para fugir de sua mãe em busca de incertezas e lidando com desconhecidos.

Em resumo: você certamente encontrará muito amor e união em todas as fases do filme, mas recheado – e muito bem – do mesmo conteúdo que já consumimos anteriormente. “Pai em Dobro” tem sua dose de momentos carinhosos, com muito aprendizado e amor, mas sentimos a falta de um diferencial durante o longa. O que podemos garantir é um final surpreendente em relação a decisão de Vicenza e seus supostos pais, Paco e Geovanne.

“Pai em Dobro” – Trailer | Netflix:

Leia Também: Winter on Fire: Ukraine´s Fight for Freedom – A dificuldade de se fazer uma revolução

Siga @Nerdrecomenda nas redes Sociais
Facebook | Twitter Instagram

Deixe seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: