MCU fase 3.2 logo

Recapitulando o MCU – Fase 3 (Parte 2): O Inevitável Fim de Uma Era

Relembre como tudo começou no Universo Cinematográfico da Marvel

Continuando a nossa jornada pelo Universo Cinematográfico da Marvel, conhecido também como MCU, hoje vamos finalizar a recapitulação da fase 3, a qual foi a mais extensa quando pensamos em quantidades de produções que foram lançadas. Se você não conferiu as resenhas anteriores, deixo aqui os links para a Fase 1, Fase 2 e Fase 3 – Parte 1.

Então sem mais delongas e continuando de onde paramos, após “Thor: Ragnarok”, a Marvel Studios finalmente resolveu lançar o seu primeiro filme de um super herói negro como protagonista dentro desse Universo. Tendo sido apresentado em “Capitão América: Guerra Civil”, agora todas as atenções serão voltadas para o novo Rei de Wakanda, T’Challa (Chadwick Boseman), no longa “Pantera Negra” (Black Panther, no original).

MCU Pantera Negra
Divulgação

Lançado em 15 de fevereiro de 2018, nesse filme vamos acompanhar de maneira mais profunda a vida de T’Challa, que recentemente perdeu seu pai, T’Chaka (John Kani), em um atentado durante a formalização do Tratado de Sokovia realizado na sede da ONU em Viena, ataque orquestrado por Barão Zemo (Daniel Brühl).

Mas antes de revermos T’Challa, “Pantera Negra” traz uma breve introdução para explicar como o Vibranium chegou a Terra e como isso afetou o convívio de algumas tribos localizadas na África que, unidas, formaram o Reino de Wakanda. Também é explicado como surgiu o primeiro Pantera Negra da história sendo um nativo que ingeriu uma substância chamada de Erva Coração, ganhando assim habilidades sobre humanas após a ingestão. A partir disso, os habitantes da região utilizam do Vibranium para criar e desenvolver sua própria tecnologia e encontram uma forma de se camuflar perante o resto do mundo, escondendo todo o poderio tecnológico que possuem.

De volta aos dias atuais, T’Challa está prestes a assumir o trono, faltando apenas a realização de um ritual onde as demais tribos, caso não concordem com a escolha do sucessor, podem oferecer um integrante de sua própria comunidade para duelar contra ele e a vitória chega através da rendição ou da morte de um dos candidatos. Apenas a tribo Jabari oferece seu próprio líder, M’Baku (Winston Duke), para o embate, mas após algumas trocas de golpes, o rapaz se rende tornando assim T’Challa oficialmente o Rei de Wakanda.

Assumindo o trono, T’Challa já se vê envolvido em uma busca que já dura décadas, uma missão que seu próprio pai não conseguiu finalizar: Capturar Ulysses Klaw (Andy Serkis), um traficante do mercado negro, o qual inclusive já deu as suas caras lá em “Vingadores: Era de Ultron” onde acabou tendo um braço decepado, mas, que aqui, já aparece com um outro novinho em folha no lugar e com armamento embutido.

MCU Pantera Negra
Killmonger (Michael B. Jordan) e T’Challa (Chadwick Boseman) durante o ritual | Divulgação

E trabalhando com Klaw, temos Erik Stevens (Michael B. Jordan), um dos melhores antagonistas de todo o MCU. Erik, também conhecido como Killmonger, inicialmente trabalha ao lado de Klaw mas, conforme a história avança, entendemos que o seu interesse vai muito além de vender pequenas porções de vibranium no mercado negro. Killmonger deseja o trono de Wakanda, além de revelar ao mundo todo o arsenal tecnológico que essa nação possui, distribuindo para os que mais necessitam para que não sejam mais subjugados pela sociedade e possam combater de igual para igual aqueles que os oprimem.

E aí, você me pergunta: Mas como que Erik saberia sobre isso? A resposta é simples. Erik é filho de N’Jobu (Sterling K. Brown), irmão de T’Chaka, portanto primo de T’Challa. N’Jobu foi morto por T’Chaka após descobrir que ele estava envolvido com Klaw e o ajudando no tráfico de vibranium e, após a morte, T’Chaka deixou o jovem Erik para trás que cresceu com as memórias de seu pai falando sobre o quão bela era Wakanda.

Então, resumindo, Killmonger realmente consegue chegar a Wakanda em certo ponto e, após desafiar T’Challa para o ritual do trono, eventualmente acaba se tornando o Rei, fazendo com que Shuri (Letitia Wright), irmã de T’Challa, Nakia (Lupita Nyong’o), seu interesse amoroso, Ramonda (Angela Bassett), sua mãe e o Agente Everett Ross (Martin Freeman) (o qual foi gravemente ferido durante um confronto e salvo graças a tecnologia de Wakanda) fujam para as terras dos Jabari em busca de auxilio e para que M’Baku reivindique o trono, já que T’Challa foi dado como morto após ser atirado contra o mar por Killmonger.

Lá, eles descobrem que T’Challa foi resgatado ainda com vida, porém está praticamente em coma, sendo salvo pela última Erva Coração, retirada do jardim por Nakia antes da fuga, já que Killmonger ordenou que todas as ervas fossem queimadas para que mais nenhum outro pudesse usufruir dos poderes concedidos por ela no futuro.

De volta a Wakanda, T’Challa e Killmonger entram em combate, assim como as Dora Milaje, grupo das mais fortes guerreiras de Wakanda e comandadas por Okoye (Danai Gurira) entram em combate contra a tribo liderada por W’Kabi (Daniel Kaluuya), a qual estavam apoiando o reinado de Erik. Ao final, T’Challa derrota Killmonger, as tribos se unem novamente e T’Challa resolve abrir para o mundo a verdade sobre o poder de Wakanda.

MCU Vingadores Guerra Infinita
Divulgação

O próximo capítulo marca o início do fim para alguns dos principais personagens desse universo. Lançado em 26 de abril de 2018, “Vingadores: Guerra Infinita” (Avengers: Infinity War, no original) é a primeira parte de um grande evento e une quase todos os heróis apresentados desde a fase 1 até esse momento. Mas esse filme não é sobre eles. Esse filme é sobre aquele que desde a cena pós créditos do primeiro “Avengers” vem permeando o nosso imaginário e que, agora, mais do que nunca, vai entrar em ação em busca das poderosas Joias do Infinito: Thanos (Josh Brolin).

O longa é dividido em diversos núcleos que mistura os mais diferentes personagens e marca algumas interações que ainda não haviam acontecido. O inicio já causa um choque ao mostrar os diversos corpos mortos que aparecem em cena e logo percebemos que são os asgardianos que estavam indo em direção a Terra após os eventos de “Thor Ragnarok” e, para surpresa de todos, a manopla de Thanos já possui uma das seis Joias do Infinito, a Joia do Poder que estava em Xandar.

Após um breve (e empolgante) embate com Hulk (Mark Ruffalo), Thanos nocauteia o Gigante Esmeralda que é salvo por Heimdall (Idris Elba) que, através da Bifrost, o envia de volta para a Terra. Loki (Tom Hiddleston) revela estar com o Tesseract (receptáculo da Joia do Espaço) e, como um bom Deus da Trapaça, tenta enganar o Titã Louco para que ele e Thor (Chris Hemsworth) tenham alguma chance de fugir, mas infelizmente seu plano fracassa e Loki é morto por Thanos que agora possui duas das seis Joias.

De volta a Terra, Bruce Banner acaba caindo dentro do Sactum Sanctorum de Stephen Strange (Benedict Cumberbatch) e de imediato avisa sobre a ameaça que está a caminho. Strange vai ao encontro de Tony Stark (Robert Downey Jr.) e conforme os 3 rapazes e Wong (Benedict Wong) conversam sobre as Joias do Infinito, Fauce de Ébano (Tom Vaughan-Lawlor) invade Nova York atrás da Joia do Tempo, a qual está bem protegida dentro do Olho de Agamotto de Strange.

MCU Vingadores Guerra Infinita
Fauce de Ébano (Tom Vaughan-Lawlor) contra Doutor Estranho (Benedict Cumberbatch) | Divulgação

Após um rápido combate que envolve, inclusive, Peter Parker/Homem Aranha (Tom Holland), Doutor Estranho é levado por Fauce de Ébano em sua nave, que vai em direção ao espaço, seguida por Homem de Ferro e Homem Aranha, enquanto que Bruce Banner (que inexplicavelmente não conseguiu se transformar no Hulk) fica na Terra com Wong e encontra o celular que Steve Rogers (Chris Evans) deixou com Tony após os eventos de “Guerra Civil”.

De volta ao espaço, os Guardiões da Galáxia encontram Thor após a destruição de sua nave causada por Thanos e, após resgatá-lo, se dividem em duas equipes: Quill (Chris Pratt), Gamora (Zoe Saldana), Drax (Dave Bautista) e Mantis (Pom Klementieff) vão para Luganenhum onde vive o Colecionador (Benicio del Toro), atual protetor da Joia da Realidade a fim de impedir que ela seja roubada e Thor, Groot (Vin Diesel) e Rocket (Bradley Cooper) vão para Nidavellir atrás de um povo que possa forjar uma arma capaz de deter Thanos.

Ainda em busca das Joias, Thanos envia Próxima Meia Noite (Carrie Coon) atrás de Visão (Paul Bettany) que possui a Joia da Mente acoplada em sua testa e que, no momento, está curtindo o seu romance com Wanda Maximoff (Elizabeth Olsen) na Escócia.

O embate acontece, Visão fica gravemente ferido e, apesar de todos os esforços de Wanda, o casal consegue escapar graças à ajuda de Capitão América, Falcão (Anthony Mackie) e Viúva Negra (Scarlett Johansson). Todos seguem para a sede dos Vingadores, onde James Rhodes (Don Cheadle) e Bruce os aguardam e lá decidem que Visão deve ser levado para Wakanda para que a Joia seja removida em segurança de seu corpo sem causar danos graves.

MCU Vingadores Guerra Infinita
Próxima Meia Noite (Carrie Coon) em cena de “Vingadores: Guerra Infinita” | Divulgação

Em Luganenhum, os Guardiões descobrem que já é tarde demais e Thanos agora possui três Joias em sua manopla, sequestrando Gamora logo em seguida para que ela lhe mostre onde pode conseguir a única Joia ainda inédita no MCU: A Joia da Alma. Após ver sua irmã, Nebulosa (Karen Gillan), sendo torturada, Gamora revela a localização e eles partem em direção a Vormir, onde encontram, como protetor da Joia, o Caveira Vermelha (Ross Marquand) (lembram dele lá de “Capitão América: O Primeiro Vingador”?). Lá, Thanos oferece Gamora como sacrifício e, após matá-la, consegue a quarta Joia do Infinito.

Enquanto tudo isso acontecia, Tony e Peter Parker conseguem salvar Strange, assim como tomar controle da nave de Fauce de Ébano que é jogado pra fora dela. Mudando de rota e preferindo evitar confrontos na Terra, Stark redireciona a nave para Titã, o planeta onde Thanos nasceu e ao aterrissar, eles conhecem Quill, Mantis, Drax e Nebulosa. Unidos, eles traçam um plano para tomar a manopla de Thanos e, após consultar mais de 14 milhões de futuros alternativos, Strange descobre que em apenas uma dessas realidades que o plano dá certo e os Vingadores vencem.

Um difícil combate se inicia com a chegada de Thanos ao planeta e com Tony Stark prestes a ser morto pelo Titã Louco, Stephen Strange decide por entregar a Joia do Tempo para o vilão, fazendo com que ele abra um portal e vá em direção a Wakanda, onde está a última peça do seu quebra cabeça.

Lá uma batalha já acontece a todo vapor onde Capitão América, Viúva Negra, Falcão, Máquina de Combate, Wanda, Bucky Barnes (Sebastian Stan), Bruce Banner, Pantera Negra, as Dora Milaje, Thor, Groot, Rocket e todo o povo de Wakanda lutam contra o exército de Thanos liderado por Próxima Meia Noite enquanto que Shuri em seu laboratório tenta remover a joia de Visão o mais rápido possível, o que eventualmente acaba não dando certo, restando uma última alternativa: Wanda.

MCU Vingadores Guerra Infinita
Thanos (Josh Brolin) em “Vingadores: Guerra Infinita” | Divulgação

Utilizando ao máximo seu poder, com Thanos já em Wakanda e a pedido de Visão, Wanda consegue destruir a Joia da Mente, matando também o amor da sua vida no processo. Porém, como detentor da Joia do Tempo, Thanos consegue desfazer o acontecido, retrocedendo os últimos momentos, reconstruindo a Joia, capturando-a em seguida e matando novamente o Visão.

Com o poder das seis Joias do Infinito e após ser fortemente golpeado no peito por Thor com a sua nova arma, o Rompe-Tormentas, Thanos com apenas um estalar de dados consegue cumprir o seu propósito: Eliminar, de forma aleatória, metade de todos os seres existentes de forma que, os sobreviventes, possam usufruir de maneira mais responsável os recursos presentes na Terra e assim equilibrar novamente o universo que, segundo ele, está prestes a entrar em colapso devido a diversos fatores.

Imediatamente, muitos de nossos queridos personagens são desintegrados, sumindo no ar, incluindo Nick Fury (Samuel L. Jackson) que, pouco antes de virar pó, aciona um antigo pager que, após ter seu sinal enviado, mostra um curioso mas conhecido brasão representando a chegada de uma nova e poderosa heroína ao Universo Cinematográfico.

Depois de Kevin Feige socar a face de todos os fãs da Marvel com os últimos acontecimentos e com tantas perdas pelo caminho, é hora de dar uma relaxada e partir para a próxima produção e 20º filme do MCU. Pois é… 20 filmes dentro de um mesmo universo, quem diria, não é mesmo?

MCU Homem Formiga
Divulgação

Mas seguindo, lançado em 5 de julho de 2018 “Homem Formiga e a Vespa” (Ant-Man and the Wasp, no original) continua a história de Scott Lang (Paul Rudd) após os eventos de Guerra Civil, assim como as histórias de Hope Van Dyne (Evangeline Lilly) (que agora assumiu o traje de “Vespa”) e Hank Pym (Michael Douglas) que foram vistos pela última vez em “Homem Formiga” (2015).

Cumprindo sua pena em prisão domiciliar e prestes a se tornar um homem livre novamente, Scott está proibido de sair dos limites de sua casa, pois basta um passo em falso que um alarme é disparado e o Agente Jimmy Woo (Randall Park) com sua equipe invade o local em busca de provas de que o rapaz está em contato com Hank e Hope, os quais estão foragidos após Scott violar o Tratado de Sokovia por ajudar o Capitão América no confronto do Aeroporto de Berlim.

Mesmo escondidos, Hank e Hope não deixaram de trabalhar e, nesse momento, estão projetando um túnel capaz de levar até o Reino Quântico, pois acreditam que ainda exista a chance de Janet Van Dyne (Michelle Pfeiffer) estar viva e possa ser resgatada, já que o Scott conseguiu acessar e voltar em segurança do mesmo lugar no longa de 2015.

Devido a essa breve viagem, Lang acabou criando uma conexão com Janet, a qual foi ativada após o primeiro teste que Hank fez com o túnel, confirmando a teoria sobre a sobrevivência da moça desde o incidente com o míssil. Porém para que o túnel funcione realmente, é necessário um componente que apenas Sonny Burch (Walton Goggins), que trabalha com negociações para o mercado negro, pode conseguir e é aqui que nossa antagonista tem a sua estreia.

Enquanto Hope tenta escapar com o componente após um confronto com os homens de Sonny, ela é atingida por algo que, ao mesmo tempo em que é palpável, em um segundo, se torna algo imaterial, dificultando que os golpes da Vespa causem o dano necessário no oponente e, graças a essa instabilidade, ela é apelidada de “Fantasma”.

MCU Homem Formiga
Fantasma | Divulgação

A “Fantasma” na realidade se chama Ava Starr (Hannah John-Kamen), uma mulher que teve sua forma genética modificada ainda na infância após ser atingida por uma explosão, resultado de um experimento quântico mal sucedido que também matou seu pai, Elihas (Michael Cerveris), um antigo ex-parceiro de Hank Pym. Sabendo do plano de Pym de acessar o Reino Quântico, Ava pretende utilizar da energia de Janet durante o resgate para que ela possa se curar e ser alguém normal novamente, reconfigurando suas células.

Então começa um jogo de gato e rato pra ver quem vai ficar com o laboratório portátil de Hank Pym e por vezes cai nas mãos de Ava, passa pelas mãos de Burch e, por fim, voltam para as mãos de Hank que finalmente consegue ativar o túnel quântico e ir à busca de sua amada, encontrando-a com vida (e algumas novas habilidades) segundos antes dela desaparecer por mais um século devido à inconsistência do reino.

De volta ao seu tamanho normal e após uma breve interação com sua filha e Lang, Janet utiliza de sua energia quântica para deixar Ava estável por um tempo, até que encontrem uma forma de curar a moça por completo. Ao fim, Scott é liberado de sua prisão domiciliar e Ava foge, buscando um esconderijo seguro.

Na aguardada cena pós créditos, Scott é enviado para o Reino Quântico para colher um pouco de energia que possa ajudar Ava em sua recuperação, porém, quando ele está preparado para voltar ao tamanho normal, o contato que ele tinha com Hope, Hank e Janet é cortado subitamente e então entendemos que, assim como muitos outros heróis no filme anterior, o trio também entrou para a lista de vítimas de Thanos sendo reduzidos a pó, deixando o Homem Formiga preso e sozinho naquela dimensão.

Seguindo a nossa jornada, o próximo filme não vai nos levar em direção ao futuro, mas sim ao passado, mais especificamente para o ano de 1995, além de ser também o primeiro filme e aventura solo de uma super heroína dentro do MCU. Seu nome? Carol Danvers (Brie Larson).

MCU Capitã Marvel
Divulgação

Capitã Marvel” (Captain Marvel, no original) chegou aos cinemas em 7 de março de 2019 e apresenta, de uma forma um pouco confusa, a origem da heroína. Eu digo confusa por que a própria protagonista não sabe qual é a sua história, apenas tem ciência que detém de um enorme poder correndo em suas veias.

Conhecemos Carol já adulta vivendo no planeta Hala, lar da civilização Kree, uma raça humanoide, e lá ela é conhecida como “Vers” sendo treinada por Yon-Rogg (Jude Law) com objetivo de aprender a controlar suas emoções durante momentos de conflito e combate, focando em sua força corporal e não em suas habilidades especiais.

Após uma emboscada da raça Skrull, inimigos dos Kree, Vers é capturada e Talos (Ben Mendelsohn), o líder dos Skrulls, tenta obter coordenadas que acredita estarem escondidas dentro da memória danificada da mulher. Carol, porém, consegue escapar antes que Talos possa acessar suas memórias mais profundas e acaba chegando na Terra, onde irá conhecer um jovem Nick Fury e um Phil Coulson (Clark Gregg) no inicio de sua carreira na SHIELD.

A partir de fragmentos de sua memória e com a ajuda de Fury, Carol consegue acesso a alguns documentos mantidos na base da Força Aérea dos EUA, onde comprova que a moça era uma pilota que foi considerada morta após uma missão mal sucedida em conjunto com a Doutora Wendy Lawson (Annette Bening) há cerca de 6 anos atrás. A partir dessa informação, Danvers começa a perceber que talvez não seja uma Kree como acreditara todo esse tempo.

Além disso, através dos documentos, a moça descobre o nome de mais uma pessoa, Maria Rambeau (Lashana Lynch), que pode ajudá-la a descobrir a verdade sobre sua real identidade e, por esse motivo, parte junto com Fury e um curioso gato chamado Goose para ir ao encontro de Rambeau.

MCU Capitã Marvel
Talos (Ben Mendelsohn), o líder dos Skrulls | Divulgação

Chegando a casa de sua antiga parceira, Carol descobre novas informações sobre sua história e também a verdade por trás da motivação de Talos e dos Skrulls, os quais estão apenas buscando um lar seguro onde possam viver sem mais conflitos ou guerras. Talos também informa que a falecida Dr. Lawson estava ajudando-os nessa empreitada, antes de ser morta por Yon-Rogg seis anos atrás.

Somando 1 + 1, Danvers percebe que os últimos 6 anos vivendo com os Kree foram cheios de mentiras e manipulações e agora com boa parte de sua memória restabelecida após ouvir a gravação da caixa preta do dia do seu acidente com Lawson, Carol decide se aliar a Talos para ajudá-lo em sua busca.

Rapidamente, o grupo descobre a localização do laboratório escondido de Lawson e, ao chegar lá, além de encontrar alguns familiares de Talos, também se surpreendem quando Yon-Rogg e toda a sua equipe invadem o local. A partir daí, temos o clássico momento onde achamos que tudo está perdido para poucos minutos depois, vermos os mocinhos ganhando força novamente… e que força!

Agora utilizando de seu potencial total, Carol derrota com facilidade toda a equipe Kree, inclusive as naves de Ronan, o Acusador (Lee Pace) (lembram dele?) que havia sido chamado por Yon-Rogg como reforço para combatê-la.

Como ato final, Carol decide por não ficar na Terra e sim ir com o Skrulls para ajudá-los a encontrar um novo lar em segurança, enquanto que Fury dá inicio a seu projeto particular em busca de super heróis, o qual decide chamá-lo de “Iniciativa Vingadores”. Nas cenas pós créditos, vemos o pager de Nick Fury sendo analisado por Steve Rogers, Natasha Romanoff, Bruce Banner e James Rhodes após a derrota contra Thanos, quando o dispositivo subitamente se apaga e Carol Danvers aparece na sede dos Vingadores com uma simples pergunta: “Cadê o Fury?”.

MCU Vingadores Ultimato
Divulgação

E agora chegamos, finalmente, ao maior evento cinematográfico já feito pela Marvel Studios, o qual rendeu mais de 2.7 bilhões em bilheterias e, inclusive, ocupou a posição de maior bilheteria de todos os tempos por um período. Chegando aos cinemas no dia 25 de abril de 2019 e fazendo muito nerd chorar largado nas poltronas, “Vingadores: Ultimato” (Avengers: Endgame, no original) sela o destino de alguns dos maiores personagens do MCU.

Já começamos o filme com uma cena de cortar o coração quando vemos Clint Barton, o Gavião Arqueiro (Jeremy Renner), perder toda a sua família após o estalo de Thanos. Logo em seguida, já temos Tony Stark definhando junto a Nebulosa no meio do espaço, vendo sua reserva de oxigênio chegando cada vez mais perto do fim, quando surge a Capitã Marvel, resgatando a nave e trazendo-os de volta para a Terra.

Então, após uma breve discussão entre Tony e Steve, os Vingadores enfim recebem um sinal de onde Thanos possa estar escondido e chegando lá, descobrem que o Titã Louco destruiu as Joias do Infinito para que sua ação não fosse jamais desfeita. Thor, completamente enfurecido, decide por decapitar o vilão e uma mensagem aparece na tela: “Cinco Anos Depois”.

Sim, a vida seguiu, a ação de Thanos não foi desfeita, Tony agora vive em uma cabana com Pepper (Gwyneth Paltrow) e sua filha Morgan (Alexandra Rabe), enquanto que Steve Rogers lidera um grupo de apoio, Natasha fica a frente da sede dos Vingadores e busca por Clint que agora atende pelo nome de “Ronin”, deixando um rastro de sangue por onde passa e Carol vaga pelo espaço buscando ajudar outros planetas que possam ter sido afetados pelo estalar de Thanos.

De uma forma completamente aleatória, Scott Lang, que estava preso no Reino Quântico é resgatado de lá por um rato (isso mesmo, um rato) e o rapaz percebe que muita coisa mudou desde a última vez que viu a luz do sol e, sensatamente, ele vai até a sede dos Vingadores para entender tudo o que está acontecendo.

Chegando lá, ele se encontra com Steve e Natasha que contam sobre o que aconteceu há 5 anos atrás e Scott revela que, para ele, é como se tivessem passado apenas algumas horas no Reino Quântico e que talvez possam usar isso de alguma forma para consertar as coisas e daí surge a fatídica ideia: Viagem no Tempo através do túnel quântico.

MCU Vingadores Ultimato
Trajes de Viagem no Tempo dos Vingadores | Divulgação

Os seis vingadores originais se reúnem novamente e com o adicional de Rocket, Nebulosa, Máquina de Combate e Homem Formiga embarcam rumo ao passado para recolher as Joias do Infinito antes de Thanos e revisitando alguns momentos que já haviam sido mostrados em filmes anteriores, mas agora com novas perspectivas.

Homem de Ferro, Capitão América, Homem Formiga e Professor Hulk (a nova mescla de Bruce Banner com o Gigante Esmeralda) retornam para a Batalha de Nova York de 2012, onde além do Tesseract (Joia do Espaço) e do Cetro de Loki (Joia da Mente), também temos a Anciã (Tilda Swinton) que, na época, era a protetora da Joia do Tempo. Duas das três Joias são resgatadas, porém o Loki de 2012 consegue ter acesso ao Tesseract, escapando de sua prisão através de um portal, fazendo com que Tony e Steve precisem voltar ainda mais no passado para conseguir essa Joia.

Natasha e Clint desembarcam em Vormir em busca da Joia da Alma e a conseguem, após a Viúva Negra decidir se sacrificar. Rocket consegue extrair o Éter de Jane Foster (Natalie Portman) em 2013, conquistando a Joia da Realidade e Thor aproveita para levar consigo também um Mjolnir novinho em folha, enquanto que o Máquina de Combate e Nebulosa impedem que Peter Quill roube o orbe que possui a Joia do Poder em 2014. Porém devido a uma conexão inesperada entre a Nebulosa do presente com a Nebulosa do passado, o Thanos de 2014 acaba descobrindo sobre o plano dos Vingadores e faz uma troca entre as duas Nebulosas, mandando a sua na viagem de volta.

MCU Vingadores Ultimato
Natasha (Scarlett Johansson) e Clint (Jeremy Renner) em Vormir | Divulgação

Com todos reunidos novamente no presente (com exceção de Natasha), Tony cria uma nova manopla utilizando sua tecnologia e após unir as seis Joias do Infinito, Hulk estala os dedos com o objetivo de reverter o que foi causado por Thanos. Porém, pouco tempo depois, a sede dos Vingadores é violentamente atacada pelo exército do Titã Louco que também veio de 2014 para esse presente com a ajuda de sua Nebulosa e do túnel quântico.

Então temos o começo do fim. Inicialmente, apenas Homem de Ferro, Capitão América e Thor lutam contra Thanos no intuito de atrasá-lo para que ele não consiga colocar as mãos na manopla que está com Clint. Mas então quando o Titã Louco convoca todo o seu exército e tudo parece estar perdido, a esquerda de Capitão América surge um portal seguido por vários outros que revelam a volta de todos os super heróis que foram dizimados pelo estalar de dedos do Thanos e, após a famosa frase das HQs “Vingadores Avante!” ser finalmente pronunciada no MCU, a batalha final se inicia.

MCU Vingadores Ultimato
Capitão América (Chris Evans) e demais Vingadores em cena da Batalha Final de “Vingadores: Ultimato” | Divulgação

O plano é jogar a manopla dentro do túnel quântico para que ela retorne no tempo, porém antes que algum dos Vingadores consiga essa proeza, o túnel é destruído e mais uma vez o objeto cai nas mãos de Thanos que é impedido de estalar os dedos pela Capitã Marvel. Após uma breve luta, o Titã consegue se livrar de Carol e com um ato inesperado, Tony Stark consegue retirar as joias da manopla, acoplando-as na sua armadura e com um novo estalar de dedos, o exército de Thanos, assim como ele próprio, é desintegrado e reduzido ao pó trazendo a vitória para os Vingadores.

Porém, devido a intensidade do poder emanado pelas Joias ser muito grande para um corpo humano aguentar, Tony Stark acaba não resistindo e morre minutos após o estalo. Steve Rogers volta no tempo para devolver as Joias as suas devidas posições, porém quando retorna, inesperadamente está com uma idade avançada e decide por passar o seu escudo de Capitão América para que Sam Wilson assuma o manto. Por qual motivo Steve Rogers ficou velho de repente? A resposta é simples. Durante a devolução das Joias, Steve decidiu por ficar no passado e ter uma vida completa ao lado de Peggy Carter (Hayley Atwell), o amor de sua vida.

Esse seria o final perfeito para essa fase, não é, mesmo? O arco principal foi resolvido, tivemos grandes e tristes perdas, mas a Marvel Studios decidiu por lançar mais um filme para encerrar de fato “A Saga do Infinito”, servindo como um epílogo para o “Ultimato”.

MCU Homem Aranha
Divulgação

Lançado em 04 de julho de 2019 e sendo o último filme do MCU a chegar aos cinemas antes do inicio da Pandemia de Covid 19, “Homem Aranha: Longe de Casa” (Spider-Man: Far From Home, no original) traz a segunda aventura solo de Peter Parker e mostra o impacto que a morte de Tony Stark causou tanto no “Cabeça de Teia” como no mundo todo que agora quer saber quem vai ser o próximo líder dos Vingadores.

Uma nova ameaça está pairando sobre o planeta chamada de Elementais e, após Nick Fury ter o primeiro contato com uma dessas “criaturas”, decide entrar em contato com Peter Parker para que ele combata essas ameaças, porém o rapaz decide por simplesmente ignorar todas as tentativas de contato de Fury.

Durante uma viagem da escola para a Europa, Peter fica cara a cara com um Elemental de Água, mas falha miseravelmente na tentativa de vencê-lo, ficando a cargo de Quentin Beck (Jake Gyllenhaal), o Mysterio, destruí-lo. Após esse incidente, Fury vai pessoalmente até Parker para que eles tenham uma conversa decente e o ex-diretor da SHIELD entrega o último presente de Tony Stark para Peter: E.D.I.T.H., uma inteligência artificial acoplada em um óculos.

Nick Fury também faz as devidas apresentações entre Mysterio e Homem Aranha revelando que Quentin é de uma realidade alternativa onde a Terra foi destruída pelos Elementais, comprovando a existência de um Multiverso. Mesmo Peter informando que não se sente apto para combater essas criaturas, Fury faz com que o garoto continue envolvido na situação e, ao lado de Mysterio, o Homem Aranha enfrenta mais um Elemental.

MCU Homem Aranha
Jake Gyllenhaal como Mysterio | Divulgação

Após o embate, Peter decide transferir E.D.I.T.H. para Quentin pois acredita que ele seja mais adequado para assumir e trabalhar com ela e é aí que toda a bagunça é revelada já que, na realidade, Quentin nunca veio de uma realidade alternativa, pelo contrário, ele fazia parte do corpo de funcionários das Industrias Stark e, nesse momento, está buscando vingança já que alega que Tony Stark roubou o seu projeto e apenas o vendeu com um nome diferente, após demiti-lo da empresa.

Através de um sistema de drones, Quentin faz projeções extremamente realistas sendo a ameaça dos Elementais parte de seu plano para se vender como um super herói a altura dos Vingadores. Com a ajuda de MJ (Zendaya), Peter descobre sobre o plano de Quentin e decide tentar entrar em contato com Nick Fury para avisá-lo, mas acaba caindo em um intricado jogo de ilusões comandado por Mysterio, sofrendo um grave acidente após ser atingido por um trem.

Brevemente recuperado e com a ajuda de Happy Hogan (Jon Favreau), Peter monta um novo traje pra si utilizando de tecnologia Stark e entra em combate contra Mysterio, conseguindo recuperar o controle da E.D.I.T.H. e encerrando as ameaças com a morte de Quentin Beck. De volta a Nova York, Peter está pronto para viver seu romance com MJ, porém algo totalmente chocante acontece.

Um jornal digital chamado Clarim Diário afirma que o Homem Aranha foi responsável pelo ataque dos Elementais e, J. Jonah Jameson (o brilhante J. K. Simmons de volta ao papel que interpretou na trilogia original de Sam Raimi), o editor do jornal revela com exclusividade um vídeo de Mysterio momentos antes de morrer com uma revelação bombástica: “O verdadeiro nome do Homem Aranha é Peter Parker”.

E assim encerramos a fase 3 do Universo Cinematográfico da Marvel. Sem dúvidas, essa fase marca o momento mais conturbado do MCU com diversos acontecimentos marcantes, perdas inestimáveis e deixando apenas um gostinho do que mais podemos esperar pros próximos anos.

A próxima resenha será a última dessa recapitulação e vamos falar brevemente sobre o que já aconteceu durante a Fase 4 do MCU, a qual em muitos sentidos traz novos ares para esse Universo, já que agora também teremos a inclusão de séries (em live action e animação) envolvidas nesse projeto, além dos já costumeiros filmes. Até a próxima!

Texto Elaborado por Jamerson Nascimento.


Leia Também: Love Victor – 1ª Temporada: O amor nem sempre é uma linha reta

Siga @Nerdrecomenda nas redes Sociais

Facebook | Twitter | Instagram

Deixe seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: