Doukyuusei

DOUKYUUSEI: mais do que colegas de classe

Uma simples história de amor, uma bela e simples história de amor

Doukyuusei (Classmates, em inglês) é um mangá yaoi, adaptado para um filme em anime que nos traz um romance adolescente, as descobertas que esse amor proporciona, mas de forma leve, sem os típicos clichês de yaoi, bem na vibe de Given (outro yaoi que já falamos por aqui). Já deixo o alerta, haverá spoilers!

Doukyuusei
Capa do 1º volume

A história começa no colégio Touichikou, só para garotos. Rihito Sajou é um jovem bem introvertido e inteligente, sendo que a única matéria em que ele é péssimo é o coral (não saber cantar pode ser um dom). Nosso parzinho romântico, Hikaru Kusakabe é o oposto de Sajou, um jovem bem divertido, que toca numa banda e conversa com todos.

Em um dos ensaios do coral, Sajou finge que está cantando, mas Kusakabe percebe e, após descobrir os motivos, se oferece para ajudar Sajou a cantar e, a partir daí, sentimentos começam a se desenrolar.

Kusakabe é o primeiro a notar que seus sentimentos por Sajou são diferentes do que ele pensava, chegando ao ponto de ficar com ciúmes por achar que Sajou está aprendendo a cantar só pelo professor. Os sentimentos de Kusakabe vão crescendo, de forma que ele acaba se aproximando mais do Sajou e, num impulso, o beija.

Claro que depois disso rola aquele debate interno “isso não está certo, somos dois garotos, eu não deveria me sentir assim”, mas como ambos nunca passaram por isso antes, nunca se relacionaram com outros garotos, é um processo necessário na história, se aceitar e perceber que amar não é um erro. Felizmente, a autora soube dosar para não ficarmos presos muito tempo nessa.

Os meninos começam a namorar e vão descobrindo juntos sobre essa relação que estão construindo, com um “empurrãozinho” do professor Manabu Hara (métodos meio estranhos usados ali). Depois disso, o professor acaba virando meio que um consultor para as dúvidas dos meninos, seja em relação ao futuro, faculdade, seja simplesmente sobre sexo.

Doukyuusei | Wiki | Otanix Amino

Inclusive, esse período de final do ensino médio e decidir o que fazer da vida é bastante abordado na primeira parte do mangá, foco total no filme também, porque é a partir dessas escolhas que acontece o primeiro grande conflito entre o casal, já que Sajou decidiu estudar em outra cidade, sem nem compartilhar isso com Kusakabe (claro, ele não era obrigado a nada, mas né, é um fato que vai impactar na relação). Porém, como o amor fala mais alto, a reconciliação vem.

Isso é praticamente o que vamos presenciar no filme que, por sinal, é de uma delicadeza e sensibilidade, tanto de animação como de produção, trilha sonora relaxante. Ele foi muito bem recebido pela crítica que o considerou bem acolhedor, destaque para sua paleta de cores, toda em tons pastéis. O filme é de 2016 e foi produzido pela A-1 Pictures.

Doukyuusei

Mas não só de filme vive a/o fujoshi, o mangá vai bem além do filme, tendo recebido mais quatro partes e um spin-off, todos de autoria de Asumiko Nakamura. Vamos resumir aqui, rapidamente:

1.   Doukyuusei (Classmates)

Já falamos aqui, vai abordar a adolescência do casal, foi todo adaptado no filme.

2.   Sotsugyosei (Graduation)

Pegando do final do ensino médio, Sajou se muda para Kyoto, para começar a faculdade e Kusakabe fica em Tokyo, tentando uma carreira no ramo da música, ou seja, vira um relacionamento a distância e todos já sabemos que relacionamentos a distância são uma furada. Além disso, temos uns problemas com a mãe do Sajou, mas tudo vai terminar com um belo acordo de casamento.

3.   Sora to Hara

Doukyuusei

O spin-off que foca na história do polêmico professor Manabu Hara que conhece um jovem chamado Aoto Sorano “Sora” num bar, mas descobre que ele é um estudante do mesmo colégio onde trabalha. Sora acaba conhecendo o passado do Hara e sabendo que ele tinha interesse no Sajou. Alguns eventos se desenrolam e ambos acabam se envolvendo, mas decidindo não firmar nada sério.

4.   O.B. – Occupation to Beloved

Nessa sequência, vamos ter um pouco de tudo, de Sajou x Kusakabe, Sora x Hara e até de um casalzinho que se formou no spin-off, mas do qual não entrarei em detalhes. O casal principal segue firme no relacionamento a distância, Sora e Hara finalmente vão começar um relacionamento sério, agora que Sora se formou no ensino médio e começou a faculdade de moda.

5.   Blanc

Agora no último ano de faculdade, Sajou está completamente focado nos estudos e na direção que quer seguir após eles, então o mesmo pede um tempo no relacionamento com o Kusakabe. Mesmo separados, Kusakabe toma para si uma grande responsabilidade como cuidador da mãe do Sajou, hospitalizada com câncer. Mais tarde o pai de Sajou volta do exterior e fica sabendo que o filho é gay, mil tretas… Mas nosso casal amorzinho, reata e se casa!

6.   Futarigurashi (Living Together)

Última sequência lançada (até então), vai nos trazer o dia a dia de casados de Sajou e Kusakabe, depois que ambos se mudam para um novo apartamento, agora morando juntos.

Doukyuusei

Normalmente eu não gosto de dar spoilers, mas existem algumas obras que eu sinto que trazem um interesse maior quando alguns spoilers certeiros são revelados. Doukyuusei é perfeito para você, jovem otaku que não tem muito conhecimento sobre o mundo do B.L (Boys Love), porque ele é fofo e dramático na medida certa, sem ser explicito ou trazer o clichê do “ativo” que domina a relação e do “passivo” que tenta resistir, mas no final só segue o fluxo (lembrem-se, jovens, se não é consentido por ambas as partes, é estupro! Não romantizem isso!). Dá um trabalhinho para achar na internet para ler, eu admito, mas vale todo o esforço!

Dica: Se você tem o costume de ler em inglês, é possível comprar a versão digital de alguns desses mangás, pela Amazon, e colaborar com a obra enquanto ninguém traz ela para o Brasil. Daí, você consegue ler no Kindle ou qualquer outro aparelho de preferência, é só baixar o app do Kindle.

Por: Letícia Vargas


LEIA TAMBÉM: Heaven Official’s Blessing – um encantador romance chinês


Siga @Nerdrecomenda nas redes Sociais
Facebook | Twitter | Instagram

2 Comentários

Deixe seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: